Carnaval 2022

MANGUEIRA: Letra do samba-enredo, cores, desfile, rainha de bateria, carnavalesco e história da Escola de Samba do Rio de Janeiro

No desfile de 2022, a Mangueira homenageia Cartola, Jamelão e Delegado

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 19/04/2022 às 12:05 | Atualizado em 21/04/2022 às 11:21
Notícia
RIOTUR/LIESA
Estação Primeira de Mangueira - FOTO: RIOTUR/LIESA
Leitura:

A Mangueira é a segunda escola a desfilar no grupo especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (22). Com suas tradicionais cores verde e rosa, a Mangueira homenageia o compositor e poeta Cartola, o cantor Jamelão e mestre-sala Delegado - que, ao longo de 36 carnavais, só recebeu nota máxima. Nesta reportagem, conheça tudo sobre a Mangueira:

ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA

O primeiro desfile aconteceu em 28 de abril de 1928. Naquele dia, estavam juntos pessoas como Angenor de Oliveira (Cartola), Saturnino Gonçalves (Seu Saturnino), Abelardo da Bolinha, Carlos Moreira de Castro (Carlos Cachaça), José Gomes da Costa (Zé Espinguela), Euclides Roberto dos Santos (Seu Euclides), Marcelino José Claudino (Seu Maçu) e Pedro Paquetá.

.

As cores verde e rosa foram uma sugestão de Cartola. "Recebeu o nome de Estação Primeira porque a primeira parada do trem, que saia da Estação de Dom Pedro para o subúrbio, onde havia samba, era Mangueira. Esses oito jovens que fundaram o G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, jamais pensaram que, oitenta anos depois, a Escola que fundaram não seria apenas uma Escola de Samba. Não podiam imaginar que o morro em que moravam teria uma população de quarenta e cinco mil habitantes", diz texto de apresentação no site da Mangueira. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mangueira (@mangueira_oficial)

QUANTAS VEZES A MANGUEIRA JÁ GANHOU O CARNAVAL DO RIO DE JANEIRO?

Até hoje, a Mangueira já venceu 20 carnavais: (1932, 1933, 1934, 1940, 1949, 1950, 1954, 1960, 1961, 1967, 1968, 1973, 1984, 1984, 1986, 1987, 1998, 2002, 2016 e 2019).

DESFILE DA MANGUEIRA EM 2022

“Angenor, José & Laurindo” é o nome do samba-enredo do carnaval da Mangueira este ano. O carnavalesco Leandro Vieira promete muita cor, especialmente o rosa. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mangueira (@mangueira_oficial)

"Desde que cheguei à Mangueira, em 2016, este vai ser o meu desfile mais verde e rosa. Para falar desses três grandes personagens, ícones da escola, não poderia ser diferente. São cores que marcam, que dão personalidade, que exaltam a escola. É Mangueira em estado puro nas veias", disse Leandro ao G1. 

"O mangueirense se sente mais feliz e orgulhoso, ele se destaca quando veste rosa. Também acho linda a combinação dessas cores. Quem não gosta não compreende a elegância popular que está inserida nessa combinação. A Mangueira vem tradicional, mas vestida de forma sofisticada", alerta. 

RAINHA DE BATERIA E FAMOSOS MANGUEIRENSES.

A rainha de bateria da Mangueira é Evelyn Bastos desde 2014. Vários famosos são torcedores da Mangueira. Entre eles, Alcione, Maria Bethânia, Taís Araújo e Camila Pitanga.

SAMBA-ENREDO DA MANGUEIRA EM 2022

LETRA DO SAMBA-ENREDO DA MANGUEIRA EM 2022

"MANGUEIRA… TEU CENÁRIO É POESIA
LIBERDADE E AUTONOMIA
QUE O NEGRO CONQUISTOU (ÔÔÔ)
MANGUEIRA… A ALVORADA ANUNCIA
O LEGADO A DINASTIA
A SABEDORIA SE CHAMA ANGENOR
NESSE SOLO SAGRADO O SAMBA ECOOU
TEM CANTOR, MESTRE-SALA E COMPOSITOR
LUSTRANDO SAPATO, VENDENDO JORNAL
CHAPÉU DE PEDREIRO NO MESMO QUINTAL
TRÊS ILUMINADOS REIS DO CARNAVAL

AS ROSAS NÃO FALAM, MAS SÃO DE MANGUEIRA
EU VI SEU LAURINDO BEIJANDO A BANDEIRA
JOSÉ CLEMENTINO NA FLOR DA IDADE
O SOL COLORINDO A MINHA SAUDADE

É VERDE E ROSA A INSPIRAÇÃO
A DEVOÇÃO POR TODA NOSSA RAIZ
QUEM TRAZ A COR DESSA NAÇÃO
SABE QUE O MORRO É UM PAÍS
A VOZ DO MEU TERREIRO IMORTALIZA O SAMBA
E QUEM GUARDOU COM AMOR O NOSSO PAVILHÃO
TEM AOS SEUS PÉS A NOSSA GRATIDÃO

SÓ SEI QUE MANGUEIRA
É UM CÉU ESTRELADO
NÃO É BRINCADEIRA
SOU APAIXONADO
A ESTAÇÃO PRIMEIRA
RELEMBRA O PASSADO
VALEI-ME CARTOLA, JAMELÃO E DELEGADO"

Autores: MOACYR LUZ, BRUNO SOUZA, LEANDRO ALMEIDA e PEDRO

Comentários

Mais Lidas