Power Couple

Apresentadora do Power Couple, Adriane Galisteu relembra último dia de vida de Ayrton Senna e conta como soube da morte do namorado

Adriane Galisteu e Ayrton Senna eram namorados na época; Morte do piloto completou 28 anos esta semana

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 02/05/2022 às 9:37 | Atualizado em 02/05/2022 às 16:29
Notícia
Ayrton Senna e Adriane Galisteu - Foto: reprodução
Ayrton Senna e Adriane Galisteu - FOTO: Ayrton Senna e Adriane Galisteu - Foto: reprodução
Leitura:

Apresentadora do Power Couple, reality show que estreia nesta segunda-feira (2) na Record TV, Adriane Galisteu lembrou da morte de Ayrton Senna, seu então namorado. No domingo (1º de maio), completou-se 28 anos da morte do piloto. 

Ayrton Senna morreu após um acidente no GP de San Marino, em Ímola, na Itália. Adriane Galisteu contou ao Ticaracaticast que estava em Portugal, acompanhando a corrida de longe e que viu o acidente pela TV. 

"Eu tinha acabado de falar com ele por telefone. Ele não estava querendo correr", lembrou Adriane. "Ele falou pra mim: 'de todas as minhas histórias na pista, é a primeira vez que eu não queria correr'. Ele estava muito bravo", afirmou Galisteu. 

Adriane contou que chegou a sugerir para Ayrton não correr. "Ele podia dizer que estava com dor de barriga", sugeriu Galisteu. "Ele quase me engoliu no telefone, dizendo que não ia pontuar", comentou Adriane na entrevista. 

"A última coisa que ele [Ayrton Senna] me disse foi que quando começasse a corrida, eu fosse tomar banho e depois fosse ao aeroporto me encontrar com ele", lembrou Adriane Galisteu.

"Depois a gente desligou e eu fiquei assistindo pela TV. Aquela corrida não era para ter acontecido", disse Adriane. 

ADRIANE GALISTEU ASSISTIU ACIDENTE DE AYRTON SENNA

Adriane lembra que assistiu a corrida e conta que se sentiu aliviada quando viu o acidente. "Quando ele bateu, eu falei: graças a Deus, ele vai chegar mais cedo em casa. Desliguei a TV e fui para o banho. Eu estava acostumada a ver bater. Eu estava habituada a ver uma cenas assim e ver o cara sair andando", disse Adriane. 

"Quando sai do banho, tinha um silêncio sepulcral. Só ouvia um barulho do fax. Eram várias pessoas mandando mensagens, tinha gente mandando coração. E eu pensei que coisa estranha", disse. 

"Depois, uma funcionária veio gritando para ligar a TV, dizendo que parecia que o Ayrton estava grave. Lá eles não falavam, não tinham o Galvão Bueno narrando. Era um silêncio na televisão, só a imagem", disse. 

"Ele ficou na pista parado. Eu pensei: 'ele desmaiou. Quebrou a perna', mas em nenhum momento eu pensei que ele tivesse morrido. Em nenhum momento", acrescenta Adriane. 

"Eu fiz uma mala para ficar com ele no hospital. Vou embarcar e ficar com ele no hospital. Ele deve ficar uns 3 ou 4 dias. Dentro do avião, eu estava sentada na cadeira, com uma malinha de mão, quando o avião parou. Disseram que tinha um telefonema para mim na torre, e eu pensei que já era ele dizendo que estava tudo bem e que não precisava nem ir", detalha Adriane. 

NOTÍCIA DA MORTE DE AYRTON SENNA

"Quando eu atendi o telefone, me disseram: 'Não venha. Tem mil pessoas na porta do hospital e ele está morto' e desligou o telefone".

"Quando ele disse isso, eu não lembro de mais nada. Só lembro que fui de carro até a casa do Braga (um amigo de Ayrton). Foram algumas horas de carro. Não sei nem como a gente passou essas horas. As pessoas horrorizadas. Eu vi Portugal parar. As pessoas não eram capazes de falar. Foram dias de silêncio", disse. 

POER COUPLE

Adriane Galisteu apresenta a 6ª temporada de Power Couple Brasil que começa nesta segunda-feira, dia 2 de maio. Confira toda a cobertura do reality show, aqui no site da Rádio Jornal. 

Comentários

Mais Lidas