Pets

GATOS E CACHORROS NO FRIO: 5 dicas para proteger seus pets

Veja como deixar seus animais domésticos livres do frio

Lívia Almeida
Lívia Almeida
Publicado em 18/05/2022 às 18:51 | Atualizado em 18/05/2022 às 21:16
Reprodução
Confira as nossas dicas - FOTO: Reprodução
Leitura:

Essa semana tem sido de frio intenso para os curitibanos. Na manhã desta quarta-feira (18), a temperatura mínima em Curitiba chegou a 5,7ºC, deixando os moradores em alerta.

Uma massa de ar polar que está passando pelo sul do país é a responsável pelo frio. Outras cidades também estão sofrendo com o mesmo problema: No Paraná, houve registro de chuva congelada em Palmas e General Carneiro. Já em Santa Catarina, chegou até mesmo a nevar.

Com as temperaturas tão baixas, é preciso ficar atento aos cuidados com os animais domésticos, que também sofrem com o frio. Confira nossas cinco dicas para deixar seu animal mais confortável durante esse tempo:

01. Forneça um abrigo quente

Durante períodos muito frios, o ideal é que seu pet encontre conforto dentro de uma casinha. Assim, ele pode se proteger de forma mais eficiente.

Mas se seu gato ou cachorro não tem um ambiente designado para ele, tudo bem: você pode colocá-lo num cômodo longe do vento e que tenha cobertores para que ele possa se proteger.

Fique sempre atento para ver se ele está confortável ou se precisa, por exemplo, de mais cobertores ao seu redor. Deixar um aquecedor por perto também é uma boa ideia.

.

Twitter @ozakiemiko
O cãozinho Zeca se manteve protegido enrolado em uma coberta e em frente ao aquecedor - Twitter @ozakiemiko

02. Não faça tosas muito curtas!

Se o seu cachorro possui muitos pelos, o ideal é que durante o inverno ou uma frente fria você deixe que seus pelos cresçam um pouco mais do que o normal. Assim, ele pode usar sua proteção natural para ficar mais quentinho.

Caso seja necessário, faça apenas a tosa higiênica, para tirar os pelos que podem dificultar a saúde e o dia a dia do animal. Falando nisso...

03. Evite os banhos nos dias mais frios

Que tal diminuir a frequência dos banhos do seu animal durante o frio? É ideal que os banhos que aconteçam nesse período sejam sempre com água morna.

Se você dá banho no seu pet em casa, finalize o momento com o secador, mesmo que ele não curta tanto: o importante é que ele não fique molhado no frio.

.

Reprodução
- Reprodução

04. Faça passeios mais curtos e em horários específicos

É importante que seu pet continue ativo, mesmo durante esse momento do ano. Por isso, se possível, tente passear com ele nos horários mais favoráveis e não no período da noite, por exemplo.

05. Roupinhas podem ajudar, mas nem sempre são necessárias

Lembre-se que seu pet já tem a proteção natural, que são os seus pelos. Mas, se você acha que ele precisa de mais uma ajudinha para combater o clima, as roupinhas podem ser suas aliadas, principalmente se seu pet for idoso ou tiver problemas para se locomover.

  

Nota ao leitor: quando você compra por meio de links em nosso site, podemos receber comissão de afiliados.

Reprodução
Confira as dicas que separamos para você - FOTO:Reprodução
Twitter @ozakiemiko
O cãozinho Zeca se manteve protegido enrolado em uma coberta e em frente ao aquecedor - FOTO:Twitter @ozakiemiko
Reprodução
- FOTO:Reprodução

Mais Lidas