Pets

5 dicas para transportar seu gato sem causar estresse no felino

Confira dicas para deixar os passeios mais tranquilos

Lívia Almeida
Lívia Almeida
Publicado em 24/05/2022 às 18:59 | Atualizado em 24/05/2022 às 21:39
StockOrg
Confira as nossas dicas - FOTO: StockOrg
Leitura:

A necessidade de levar seu gato para o veterinário ou para destinos mais afastados pode ser, por vezes, uma tarefa estressante.

Enquanto os cachorros podem passear facilmente na coleira, o que facilita os trajetos mais curtos, os gatos precisam ser carregados na caixa de transporte. O processo de colocar o felino na caixa pode causar dor de cabeça aos tutores, principalmente quando o gato vai constantemente ao veterinário e já sabe o que esperar.

Pensando nisso, separamos 5 dicas que podem te ajudar neste momento, para tentar evitar estresse tanto para você quanto para o seu gatinho.

Confira abaixo as nossas dicas:

01. Deixe a caixa de transporte sempre acessível para o seu pet

A melhor forma de não assustar o gato é deixando a caixa de transporte sempre disponível para ele. Assim, quando ele precisar entrar nela, não vai estranhar ou ficar com medo.

Você pode deixá-la em um ambiente que seu gato frequenta constantemente, como a sala da casa, por exemplo. Ocasionalmente, você pode até mesmo colocar petiscos na mesma para que seu pet não a associe apenas com momentos ruins.

02. Compre a caixa ideal para o seu gato

Na hora de comprar a caixa de transporte do animal, cuidado para não escolher um tamanho muito pequeno. Eles já podem estranhar aquele ambiente; o ideal é que eles tenham pelo menos um pouco de mobilidade dentro da caixa.

Shutterstock
- Shutterstock

03. Considere o tempo do percurso

Se o veterinário do seu pet é perto de casa, melhor ainda, pois caso ele estranhe o transporte, pelo menos será por pouco tempo.

Já nos casos de viagens, tente deixar o ambiente confortável para o seu bichinho. Confira se a temperatura da caixa está agradável, coloque tapetes higiênicos e/ou um lençol confortável, deixe para colocar o gato na caixa apenas quando estiver perto da hora de sair... no geral, tente fazer o que for possível para que o possível momento de estresse não dure mais do que o necessário.

04. O uso de odor facial felino sintético pode ser uma alternativa

O odor facial felino sintético pode ser utilizado nos espaços onde você quer que seu pet se sinta seguro. Com ele, seu gato pode sentir como se já conhecesse aquele ambiente, o que pode tornar os percursos mais tranquilos.

05. Respeite o comportamento do seu gato na volta ou chegada ao destino

Na volta para casa ou quando chegar no destino da viagem, abra a porta da caixa e deixe que seu gato saia sozinho. Ele provavelmente vai estar com medo e, por isso, irá se comportar de uma maneira diferente do normal, pelo menos de início. Respeite o tempo do felino e não tente forçá-lo a agir da forma que você gostaria.

  

Nota ao leitor: quando você compra por meio de links em nosso site, podemos receber comissão de afiliados.

Shutterstock
Confira as nossas dicas - FOTO:Shutterstock
Shutterstock
- FOTO:Shutterstock

Mais Lidas