ASTRONOMIA

SUPERLUA: Acompanhe ao vivo a Lua dos Cervos, a maior superlua deste ano. Confira

A superlua desta quarta-feira (13) é a terceira e maior deste ano

Gabriella Zilma
Gabriella Zilma
Publicado em 13/07/2022 às 17:45 | Atualizado em 13/07/2022 às 18:42
Reprodução/ Twitter
O tamanho da lua encantou internautas em todo o Brasil nesta segunda-feira (9) - FOTO: Reprodução/ Twitter
Leitura:

Nesta quarta-feira (13), a super lua, batizada de "Buck Moon" - ou "Lua dos Cervos", em tradução livre - pela cultura nativo-americana dos Estados Unidos, é a terceira e maior deste ano

O canal do YouTube Pedalando com a Ciência irá transmitir ao vivo a superlua.

ASSISTA:

A superlua ocorre quando ela está na fase cheia e atinge o Perigeu, no qual é o ponto de maior proximidade em relação à Terra.

Nesta quarta (13), o satélite estará a 357.264 km do planeta (o ponto mais próximo durante todo o ano). 

A Lua atinge sua fase cheia nas primeiras horas da manhã, e nasce no final da tarde, às 17h20. Durante a superlua, o satélite aparenta estar até 14% maior e 30% mais brilhante.

A desta quarta parecerá cerca de 7% maior e 16% mais brilhante.

O Observatório Astronômico do Alto da Sé, em Olinda, no Grande Recife, está com telescópios disponíveis para quem quiser observar e fotografar a maior superlua do ano.

Se as condições meteorológicas forem favoráveis, a superlua será vista durante toda a noite. Mas ela parecerá ainda maior quanto mais estiver próxima do horizonte: ou seja, logo depois de nascer.

O Observatório da Sé funciona de 16h às 20h.

“Lua dos Cervos”

O nome “Lua dos Cervos” é creditado ao ciclo de crescimento anual dos chifres de cervos machos, que tipicamente caem em janeiro ou fevereiro e atingem o ápice do crescimento em julho, para quem possam estar totalmente formados durante a temporada de acasalamento, que vai de setembro a dezembro.

Chuva de meteoros Delta Aquáridas Austrais

Julho reserva ainda a Delta Aquáridas Austrais, uma chuva de meteoros que poderá ser observada da última semana do mês até meados de agosto.

Durante o fenômeno, será possível observar os rastros deixados pelos agrupamentos de cometas Marsden e Kracht.

O evento deve atingir o ápice nos dias 28 a 29. Não há restrições de observação para o Brasil; moradores de todas as regiões poderão observar o show de luzes no céu noturno.

*com informações da Agência Brasil

JUAN MABROMATA / AFP
Superlua desta quarta-feira (13) é chamada de "Lua dos Cervos" - FOTO:JUAN MABROMATA / AFP

Mais Lidas