LUVA DE PEDREIRO

LUVA DE PEDREIRO: Advogada afirma que Allan Jesus não quis rever cláusulas do contrato; entenda

Multa de mais de R$ 5 milhões se aplicaria apenas ao influenciador

Fernanda Soares
Fernanda Soares
Publicado em 18/07/2022 às 10:35
Instagram/Reprodução
Allan Jesus é ex-empresário de Luva de Pedreiro - FOTO: Instagram/Reprodução
Leitura:

No último domingo (17), o 'Fantástico' conseguiu exibir a entrevista completa com Luva de Pedreiro, o Iran Ferreira, após ter sido barrada por uma liminar movida pelo ex-empresário do jovem, Allan Jesus. 

O conteúdo contou, também, com novos depoimentos de Luva, Allan Jesus e até mesmo da primeira Advogada do influenciador. 

Mudanças no contrato

A primeira advogada de Iran, Mayara Cristina Neves de Paula, revelou que o jovem e sua família tinham desejo em reduzir o tempo de contrato pela metade, o que não foi aceito por Allan.

“Por vontade do Iran, a gente apontou também a diminuição do prazo do contrato para metade, o que eles não concordaram”, explicou a advogada.

Segundo a advogada, Allan Jesus e sua equipe não concordaram com as propostas de mudanças contratuais.

“Não chegamos em uma concordância. Então não houve assinatura, nem renovação de cláusula, nem nada disso”, revelou.

 

Multa era unilateral

Mayara também contou que o contrato firmado entre eles era desigual, e a multa de R$ 5,2 milhões de reais seria aplicada apenas em caso rescisão  por parte do influenciador, não do empresário. 

"A gente descobriu que a multa era unilateral e a gente tentou que a multa fosse aplicada para quem descumprisse o contrato para que ficasse uma coisa mais equilibrada ainda que com o valor elevado".

Allan Jesus afirmou que considera o contrato equilibrado. 

"Com certeza. Por exemplo, o contrato que eu tenho com meu outro criador de conteúdo é o mesmo do Iran", alegou.

REPRODUÇÃO
Luva de Pedreiro e o ex-empresário Allan Jesus - FOTO:REPRODUÇÃO

Mais Lidas