CRIME

GUILHERME DE PÁDUA TEM PSICOPATIA? Especialista aponta comportamento típico de psicopatas em assassino de DANIELLA PEREZ ; entenda

A frieza de Guilherme de Pádua após o assassinato de Daniella Perez impressionou muitos na época do crime

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 02/08/2022 às 13:37
Reprodução/Youtube
Guilherme de Pádua assassinou a colega de novela Daniella Perez com 18 punhaladas - FOTO: Reprodução/Youtube
Leitura:

assassinato de Daniella Perez chocou o Brasil em 1992. Morta com 18 punhaladas por Guilherme de Pádua, com quem contracenava na novela 'De Corpo e Alma', e sua ex-mulher Paula Thomaz, a atriz tinha apenas 22 anos.

LEIA TAMBÉM: Saiba como terminou a novela 'De Corpo e Alma'

Além da brutalidade do crime, o caso chamou atenção pela frieza que Guilherme demonstrou ao assumir a autoria e falou sobre o crime na imprensa.

Na época, muitas pessoas falaram em traços de psicopatia, mas o laudo nunca foi confirmado durante a investigação do crime.

A psicopatia é um distúrbio mental que se apresenta como a total falta de empatia, respeito e responsabilidade pelos outros, ausência de remorso por crueldades e crimes cometidos, entre outros fatores.

Guilherme de Pádua é psicopata?

Para diagnosticar um indivíduo com psicopatia é preciso um longo estudo cuidadoso que analisa o comportamento, mas a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa afirma observar todos os traços de psicopatia em Guilherme de Pádua.

"Num estudo do caso, você vê no Guilherme todas as características de um psicopata. Todas. Nunca estive com ele, não o examinei. Mas certos crimes somente um psicopata é capaz de cometer", disse ela, na série documental "Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez".

Além dela, outros participantes da série também descrevem um comportamento anormal de Pádua. Segundo os depoimentos, ele não demonstrava se importar com o fato de estar preso e longe de sua mulher, Paula Thomaz, e filho do casal, mas dizia que se sentia bem em estar na cadeia.

"Quando um psicopata entra no sistema carcerário, ele não tem sentimento. Quem não tem sentimento não sofre. Ele vai sempre ter coisa de ser o chefe, o mais famoso. Ele era o mais famoso", complementa Ana Beatriz.

Gloria Perez, mãe de Daniella, também acredita na psicopatia de Guilherme e acrescenta que Paula Thomaz também era cruel. Segundo ela, um fato relatado pelo assassino a chocou: ao chegar em casa após o crime, Guilherme estava muito excitado e teria se masturbado.

"São dois psicopatas. Infelizmente o caminho da minha filha cruzou com esses dois psicopatas, e ela foi atropelada pela psicopatia, ganância dos dois", lamentou Gloria Perez.

Tanto Gloria Perez quanto a psiquiatra Ana Beatriz concordam que o crime foi motivado pela ganância de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz.

"Eu acho que um alimentava o outro, porque os dois tinham sede de poder; um de um poder de estar em frente às câmeras e outro por estar por trás das câmeras. Digo que a sede de poder de quem tá por trás é ainda maior do que quem tá pela frente. O poder da manipulação é maior, de subjugar é maior", afirmou a psiquiatra.

VÍDEO: Veja a última cena de Daniella Perez na novela 'De Corpo e Alma'

Mais Lidas