CRIME BRUTAL

DANIELLA PEREZ: Gloria Perez vive no mesmo bairro em que Paula Thomaz mora e diz temer a própria vida; entenda

Guilherme de Pádua e Paula assassinaram a filha da autora em dezembro de 1992

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 03/08/2022 às 11:47
Reprodução/Banco JC
A filha de Gloria Perez foi assassinada por Paula Thomaz e Guilherme de Pádua - FOTO: Reprodução/Banco JC
Leitura:

O crime brutal cometido por Guilherme de Pádua e Paula Thomaz contra Daniella Perez foi retratado na série documental do HBO Max. "Pacto Brutal" chocou o público pela veracidade dos fatos.

Para quem não se recorda, a atriz foi morta em dezembro de 1992 após sair das gravações da novela "De Corpo e Alma", escrito por Glória Perez.

Glória Perez diz ter medo do que pode acontecer

No último episódio da série, Gloria afirma que acredita na ressocialização dos presos. Porém, os casos de Guilherme e Pádua são muito diferentes. Ela afirma que após 30 anos, os dois não mudaram.

"O primeiro passo para a mudança é o arrependimento. Isso eu já sei. Mas esses dois... Em psicopatas, eu nunca vi. Nos dois assassinos da minha filha, eu nunca vi", disse.

.

Barba Ferrante, prima de Daniella, confirmou o boato sobre Paula ter uma obsessão pela vítima. 

"Ela saiu do presídio e o que ela foi fazer? Foi estudar Direito na mesma faculdade onde a Dani estudou e o irmão dela, Rodrigo, se formou".

Glória mora no mesmo bairro que Paula, e disse que está sendo "poupada por Deus" para não encontrar a assassina da filha.

"O que ela (Paula Thomaz) quer? Isso me assusta. Eu não sei. Eu sei do que essa mulher é capaz. Ela matou a minha filha. Quem sabe se o punhal dela não está guardado para mim, não sei", disse indignada.

Por que Daniella Perez foi morta?

O motivo da morte de Daniella foi ganância. Guilherme queria a amizade da atriz para obter  vantagens na novela. Os dois faziam um par romântico em "De Corpo e Alma".

Quando ele percebeu que o personagem ficou sem aparecer por dois capítulos, desconfiou que estava sendo boicotado pela autora.

Foi assim que Guilherme e Paula planejaram o assassinato de Daniella. Após ter o carro fechado em um posto de gasolina, ele deu um soco no rosto da atriz, que caiu desacordada. 

Paula estava no carro e os dois seguiram para um terreno baldio, na Barra da Tijuca. Lá, eles deram 18 golpes de punhal na vítima, que teve perfurações nos órgãos vitais.

Após o crime, Guilherme foi até a Delegacia prestar apoio a Raul Gazolla, então marido de Daniella. A Polícia pressionou e ele acabou confessando o crime, e tirou a responsabilidade de Paula.

Guilherme e Paula foram condenados em 19 e 18 anos, respectivamente. Mas ambos só cumpriram 6 anos da pena e foram soltos em 1999.

Confira trailer os últimos episódios de 'Pacto Brutal'

Reprodução/Banco JC
Glória Perez tem receio do que pode acontecer com ela após filha ter sido assassinada - FOTO:Reprodução/Banco JC

Mais Lidas