BRUNO KRUPP

Bruno Krupp grava vídeo em hospital para se defender: "Não bebi"

Modelo atropelou e matou um adolescente, no último sábado (30), enquanto dirigia uma moto em alta velocidade

Vitória Floro
Vitória Floro
Publicado em 04/08/2022 às 8:21
Notícia
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Mandato foi expedido pela Justiça na manhã desta quarta-feira (03) - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O modelo Bruno Krupp gravou um vídeo para se defender após ter atropelado e matado um adolescente no último sábado (30), no Rio de Janeiro. 

Nas imagens, o jovem aparece em uma maca, com vários curativos pelo corpo e reclama que foi chamado de "assassino" no hospital Lourenço Jorge, na zona oeste da capital fluminense, onde está internado.

De acordo com Krupp, ele teria sido hostilizado pela equipe da instituição de saúde. "Eu fui levado de ambulância, eu não fugi do hospital, não fugi dos médicos. Eu estava morrendo, os empregados me tratando mal, batendo com a maca no corredor, me chamando de assassino, como se eu tivesse feito alguma coisa errada", diz ele, nas imagens reveladas pelo G1 na quarta (3).

.

O influenciador também ressaltou que estava são e consciente enquanto pilotava a moto. "Eu não bebi, não usei drogas, foi um acidente", acrescentou ele. "Gente, pelo amor de Deus. Eu sou a última pessoa que queria que isso tivesse acontecido. pode ter certeza que queria que o pior tivesse acontecido comigo", concluiu.

Segundo a decisão judicial que levou Bruno à prisão, ele estava em alta velocidade, cerca de 150km/h, quando atropelou João Gabriel Cardim Guimarães. O incidente aconteceu na avenida Lúcio Costa, na orla da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

Três dias antes do acontecido, Krupp já havia sido parado em uma blitz da Lei Seca, em que os agentes constataram que ele estava sem carteira de habilitação. Na ocasião, o modelo  se negou a fazer o teste do bafômetro. A moto estava sem placa.

Krupp segue internado sob custódia, por ter sido preso preventivamente. O advogado de defesa afirma que o veículo teve uma pane nos freios antes do atropelamento.

Comentários

Mais Lidas