Processo

Maíra Cardi é processada em quase R$80 mil por ex-funcionária demitida grávida

A demissão foi através do Whastapp

Clara Fernandes
Clara Fernandes
Publicado em 04/08/2022 às 17:19 | Atualizado em 04/08/2022 às 18:10
Notícia
Reprodução/Instagram
Maíra Cardi está sendo processada. - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Maíra Cardi está novamente envolvida em uma polêmica. Dessa vez ela está sendo processada por uma ex-funcionária que está cobrando R$ 78.639,53 da coach.

A informação é do jornalista Matheus Baldi, que explicou que o motivo do processo foi a demissão da funcionária. Ela teria sido demitida após contar à sua patroa, por Whastapp, que estava grávida.

O valor cobrado envolve o reconhecimento retroativo do vínculo empregatício e o recolhimento do INSS e FGTS, além dos direitos referentes à demissão em si.

.

Matheus postou em sua rede social uma live com o advogado da ex-funcionária.

"Formalmente não existia o registro do vínculo de emprego existente entre ela e a família", disse o jurista em live. "O que importa é o que acontecia no dia-a-dia: ela foi contratada, foi funcionária, cumpria uma carga horária".

Atualização

A assessoria da influenciadora digital se pronunciou sobre o caso através de uma nota enviada ao jornalista. 

"... A ex-funcionária estava em período de experiência, não tendo revelado a gravidez, tendo a Maíra tomado ciência do seu estado gestacional somente no momento de sua dispensa, a qual inclusive afirmou que não estava conseguindo trabalhar em decorrência de questões pessoais relacionadas a gravidez".

"Após ciência da gravidez a advogada da Sra. Maíra entrou em contato com a ex-funcionária solicitando que ela retornasse ao trabalho e as suas atividades profissionais, todavia a mesma informou que não tinha interesse em retornar ao trabalho e que estava em contato com um advogado para possível ajuizamento de ação. A senhora Maíra com toda boa-fé e mesmo sabendo que a ex-funcionária não iria retornar ao trabalho ofereceu pagar um salário-mínimo para ajudá-la, tendo a Maíra cumprido com o acordado até o presente momento".

Comentários

Mais Lidas