Novela

Novela PANTANAL repete erro da primeira versão. Confira

A novela Pantanal de Bruno Luperi repete o mesmo erro da primeira versão de Pantanal. Confira

Gabriella Zilma
Gabriella Zilma
Publicado em 05/10/2022 às 23:38
Notícia
REPRODUÇÃO/TV GLOBO
A novela Pantanal estreia nesta segunda (28) - FOTO: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A novela Pantanal, que está em reta final, ganhou bastante o carinho do público por relembrar bem a primeira versão de Benedito Ruy Barbosa. No entanto, por seguir bem o roteiro do avô, Bruno Luperi também cometeu o mesmo erro que Benedito.

O autor teve sua oportunidade de corrigir os erros da exibição de 1990, mas ele insistiu em seguir o roteiro da versão original.

A grande justificativa do autor, é que a novela foi filmada com muita antecedência por conta das cheias que ocorreu no Pantanal e pela pandemia.

.

Globo/João Miguel Júnior
Irandhir Santos voltou na segunda fase de Pantanal como José Lucas de Nada - Globo/João Miguel Júnior

Recentemente, ele resolveu dar essa desculpa no programa Encontro, mas não foi bem visto pela imprensa. Visto que, Um Lugar ao Sol, Nos Tempos do Imperador e Quanto Mais Vida, Melhor! foram dramaturgias prejudicadas pela pandemia.

.

Pois, as novelas que não puderam ser mudadas segundo a resposta do público. No entanto, Pantanal não se encaixa nesse quadro.

O remake assinado por Luperi obteve todos os privilégios possíveis pela Globo, incluindo a grande intensidade de trabalhos de divulgações. Além disso, as cenas da trama foram filmadas com a produção já no ar.

.

Reprodução
Bruno Luperi - Reprodução

Inclusive, até hoje há ator que está gravando cena, até mesmo as sequências da fase final e de publicidades inseridas na trama. Então como Bruno Luperi pode afirmar que a pandemia o atrapalhou?

EM PANTANAL, BRUNO LUPERI COMETE O MESMO ERRO DA PRIMEIRA VERSÃO:

Mas então, qual seria esse grande erro de Luperi? O personagem de José Lucas De Nada (Irandhir Santos), é considerado um dos maiores erros cometidos por Benedito, que foi repetido por Luperi.

Visto que, o perfil foi criado de última hora por Benedito em 1990. Pois, o público, na época, não tinha se conformado com a saída de Paulo Gorgulho da trama, após a troca de fase.

Portanto, o personagem não deveria existir, mas o ator que viva Zé Leôncio, papel que foi dado para Cláudio Marzo.

.

Divulgação
Pantanal primeira versão - Divulgação

Então, na tentativa de solucionar o problema, o autor decidiu criar o filho primogênito do personagem, que não tinha um enredo elaborado para desenvolver essa história.

Assim, Zé Lucas foi apenas jogado de um núcleo para o outro e na maioria das vezes não possuía alguma função, sendo mais um estorvo de cena.

.

Divulgação
Pantanal primeira versão - Divulgação

Após isso, ele tornou-se um rival para a conquista de tal sela de prata e depois teve uma paixão por Juma (Cristiana Oliveira), que quase resulta em um estupro.

Além disso, também se apaixonou por Érica (Gisela Reimann) e a deixou no altar quando descobriu a farsa da gravidez.

Porém, ele terminou ao lado de Irma (Elaine Cristina) pois Benedito precisou tirar Almir Sater (intérprete do Trindade) da história para o ator protagonizar Ana Raio de Zé Trovão. Ou seja, foram momentos que complicaram a narrativa do folhetim na época.

Mesmo com a interpretação espetacular de Irandhir Santos, o enredo de Luperi poderia ter corrigido esses erros do avô com uma história bem adaptada para o personagem.

.

Divulgação
Irma e Trindade - Divulgação

Visto que, os telespectadores não gostaram das idas e vindas de Zé Lucas com personagens citados acima, além do mais, o ator Gabriel Sater, que interpretou Trindade, encantou os fãs de Pantanal.

Sendo assim, todos torceram para que Trindade tivesse o seu desfecho ao lado de Irma (Camila Morgado) e não indo embora, como foi na primeira versão. Enfim, você concorda?

NOVELA PANTANAL: Curiosidades sobre a novela

ENQUETE NOVELA PANTANAL: Quem deve ganhar a sela de prata?

Comentários