Mancini lamenta segundo tempo, mas vê evolução tática e pede paciência

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/07/2012 às 23:27
Do Blog do Torcedor A atuação do Sport contra o Grêmio teve um lado positivo e um lado negativo. A marcação encaixada no primeiro tempo e a vantagem no placar foram quebradas no segundo tempo, em que a equipe se descompactou e não suportou os adversários. O treinador Vagner Mancini citou os dois pontos na entrevista pós-jogo e voltou a afirmar que o time precisa de mais tempo para encontrar o padrão ideal. "No primeiro tempo, o Sport foi muito bem, fez o gol, teve outras chances reais de gol, mas infelizmente acabou virando somente 1 x 0. E, na segunda etapa, a equipe acabou afastando demais, deu chances ao Grêmio de chegar ao empate aos 19 minutos e aí acabou até por uma imposição chegando ao segundo e ao terceiro gol", disse o treinador leonino. Apesar de reconhecer a qualidade do adversário, Mancini reconhece que o Sport caiu de rendimento e acabou facilitando a virada. "Houve uma melhora do Grêmio, mas também uma frouxidão na marcação, o que levou nossa equipe a ficar muito no campo de defesa, sem ter saída rápida, sem assustar o adversário, e isso acabou de certa forma ocasionando o empate e o segundo gol em seguida", disse. Assim como tem feito regularmente nas entrevistas, o comandante rubro-negro ressalvou que o time ainda está sendo montado, com a entrada de novas peças gradualmente. No entanto, ele vê evolução e fala em "caminho certo". "Vamos aos poucos acertando a equipe. Não dá para, de repente, você exigir dos atletas que eles joguem 90 minutos no mesmo ritmo. Senão, seríamos a sensação do campeonato". Sabemos que, no futebol, necessita tempo, necessita rodagem", declarou Mancini. "Ainda mais em virtude que hoje foi o segundo jogo do Renan, o primeiro do Felipe Menezes, o Cicinho fez apenas um jogo titular. Chegamos ao caminho certo e daqui a gente não vai sair", disse.

VEJA MAIS CONTEÚDO