Marcelo Martelotti promete um futebol bem jogado no Santa Cruz


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/12/2012 às 14:06
Leitura:
Do Blog do Torcedor Marcelo Martelotti foi goleiro do Santa Cruz na inesquecível conquista do  título pernambucano de 1993. "De fato, foi um título marcante. No intervalo do jogo, estávamos perdendo por 1x0 e com um jogador a menos (Washington, artilheiro do time, havia sido expulso). Nos vestiários, ninguém mostrava uma reação. Estávamos abatidos. Mas no futebol, tudo é possível. Conversamos muito. No final, a vitória premiou a nossa melhor campanha", relembra Marcelo, que também guarda boas recordações da sua segunda passagem no clube, em 99. "Não fomos campeões, mas fizemos partidas memoráveis. Quebramos a invencibilidade do Sport no Estadual", completa. As boas lembranças do Santa Cruz ajudaram bastante o acerto do agora treinador com a atual diretoria. Nesta segunda-feira, às 15h30, Martelotti vai concecer uma entrevista coletiva, no Arruda, sendo apresentado como o novo técnico coral. "Recebi muitas propostas, mas a do Santa Cruz foi a que mais me sensibilizou. Eu tenho um carinho muito especial pelo Santa Cruz. Torço muito pelo clube e lamento bastante a atual situação. O nosso principal objetivo será levar o time de volta à Série B", afirmou o treinador, em entrevista por telefone ao Blog do Torcedor. Marcelo apareceu como treinador no cenário nacional no Santos. Comandou a equipe interinamente em alguns jogos, depois foi efetivado como técnico até ser demitido. Estava no Ituano, disputando a Copa Paulista e havia planos para a disputa do Paulistão. "Mas as coisas não estavam andando como planejado. Algumas situações do contrato não estavam sendo previstas. Então, resolvi aguardar as propostas. Muitas apareceram, entre elas a do Santa Cruz. Como havia um interesse das duas partes, as coisas ficaram mais fáceis", explicou. O treinador mostrou, durante toda a entrevista, muita vontade de comandar o Santa Cruz na temporada 2013. Além disso, trata-se de um jovem profissional, que tem identificação com o clube e o desejo de conquistar um espaço no cenário nacional.  Essa ambição é essencial para o início de trabalho. "Gosto do futebol bem jogado. O torcedor do Santa Cruz precisa sair do estádio satisfeito com o resultado e com o estilo de jogo da sua equipe. Isso é fundamental para ter sucesso", declarou, o treinador, que não adiantou qual vai ser o estilo de jogo implantado no Tricolor. "Vai depender das características dos jogadores do elenco. Eu ainda vou conhecer o grupo. E ainda teremos algumas contratações a serem feitas", disse.

Mais Lidas