Presidente do Náutico rebate críticas de jogadores e chama Martinez de irresponsável e inconsequente


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/11/2013 às 17:26
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Thiago Wagner/ Blog do Torcedor Foto: Thiago Wagner/ Blog do Torcedor

Após o desabafo e ameaça de greve dos jogadores do Náutico, na quinta-feira (28), o presidente do clube, Paulo Wanderley, rebateu as críticas dos atletas, nesta sexta-feira (29). Ele afirmou que depois da entrevista, encabeçada pelo volante Martinez, começou a receber numerosas ligações, inclusive de jogadores que estavam presentes e que disseram estar constrangidos com o ocorrido. Eles alegaram que foram para o pronunciamento para não serem chamados de "traíras".

O presidente desafiou qualquer funcionário ou atleta a dizer que recebeu em atraso, durante esses dois anos de gestão dele. De acordo com Paulo Wanderley, o único atraso de pagamento é em relação ao direito de imagem de oito jogadores. Ele prometeu que na primeira quinzena de dezembro o pagamento será efetuado.

Paulo Wanderley afirma que está tratando com os advogados do clube sobre como ficará a situação do volante Martinez, e que tudo deve ser resolvido no decorrer da semana.

O presidente afirmou que já recebeu ligações de diretores de clubes do Brasil apoiando a posição dele, e que Martinez encontrará dificuldades para conseguir um clube que o aceite. Segundo Paulo, contra o Vasco, partida que acontece no próximo domingo (1º), os jogadores que quiserem "honrar a camisa do Náutico" poderão viajar.

Ouça na íntegra a entrevista do presidente do Náutico, cedida ao repórter do Escrete de Ouro, Igor Moura:

Veja também o vídeo do desabafo e a ameaça de greve dos jogadores do Náutico:

Mais Lidas