Brasil vence Áustria por 2 a 1 e mantém invencibilidade na era Dunga


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/11/2014 às 17:17
Leitura:

20141118171014_2 Foto: Divulgação / CBF

Em amistoso realizado no Estádio Ernest Happel, em Viena, nesta terça-feira (18), a seleção brasileira comendada por Dunga venceu a austríaca por 2 a 1. Com a vitória, o Brasil agora tem a invencibilidade em seis partidas e levou apenas um gol na temporada, nesta última partida.

A Canarinho não jogou bem, mas conseguiu levar a melhor. Por outro lado, a Áustria foi a adversária mais difícil que o Brasil enfrentou nessa série de amistosos. A equipe é a 29ª colocada no ranking da Fifa e há oito jogos não sofria uma derrota. O Brasil vinha com boa moral depois de golear a Turquia por 4 a 0, na última semana, mas enfrentava uma pequena crise interna.

Tiago Silva, capitão da equipe na era Felipão, foi à imprensa se dizer chateado por perder a braçadeira para Neymar e por nem Dunda nem o atacante atual capitão terem falado com ele sobre o assunto. Para acabar com polêmicas, Neymar, ao ser substituído, fez questão de entregar a braçadeira para o zagueiro.

Os gols na partida só aconteceram no segundo tempo de jogo. Aos 18 minutos, David Luiz fez o que sabe de melhor: aproveitou cobrança de escanteio e marcou de cabeça. Antes de entrar, a bola bateu no zagueiro da Áustria. Aos 29 minutos, a Áustria empatou. Oscar cometeu pênalti e Dragovi? empatou o placar.

Com partida se encaminhando para o fim, Roberto Firmino, que entrou em campo na etapa complementar, limpou na entrada da área e marcou o dele. Nos minutos finais, a Áustria foi toda para o ataque, mas não conseguiu recuperar o resultado. [Ouça gols na voz de Iran Carvalho]


Mais Lidas