Jogadores do Náutico não darão entrevistas até receberem os salários prometidos pelo clube


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/11/2014 às 8:35
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 11h20 1_1 A equipe alvirrubra decidiu, na terça-feira (25), à noite, não dar entrevistas à imprensa, decretando uma Lei do Silêncio, até a diretoria do time disponibilizar dinheiro para o pagamento dos mais de dois meses de salários atrasados dentro do clube. Além disso, a equipe que supostamente deveria treinar nesta quinta-feira (27), subiu ao campo, mas não treinou, voltando aos vestiários logo depois, o que pode ser considerado o começo de uma greve. Até o momento, nenhuma informação sobre a greve foi divulgada, mas o vice-presidente de futebol do Náutico, José Barbosa, falou na reportagem do Bola de Primeira sobre a Lei do Silêncio dos jogadores:

Mais Lidas