AMISTOSO

Sport vence o Nacional e leva Taça Ariano Suassuna

Gols saíram no primeiro tempo e partida esfriou depois que Durval marcou contra o leão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/01/2015 às 20:01
Durval, que levantou a Taça Ariano Suassuna, foi o autor do gol contra que diminuiu a vantagem do Leão. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem


A ideia era fazer um amistoso leve e tranquilo com o Nacional do Uruguai, time três vezes campeão da Copa Libertadores da América e outras três da Copa Intercontinental, além de ganhar 44 vezes o Campeonato uruguaio. O futebol foi bonito, apesar do estranhamento entre Alex Silva e Carlos de Pena logo no comecinho do jogo. Neste primeiro jogo do Sport em 2015 quem saiu ganhando foi o torcedor. O público foi de 22.356 torcedores, com uma renda de R$ 547.250,00.

O primeiro gol saiu dos pés do estreante Samuel aos 4 minutos do primeiro tempo. Esse foi o primeiro gol dele com a camisa do Sport, além de ser o primeiro gol do Leão.

Aos 19 minutos, Régis lançou Elber que entrou na área e chutou forte, a bola tocou na trave e sobrou nos pés de Danilo, que aproveitou a chance para marcar o dele. Ouça na narração de Aroldo Costa:

Aos 37 minutos do primeiro tempo, Manuel Díaz cruzou rasteiro buscando o perigoso Alonso, mas a bola acabou desviando em Durval. E foi pelos pés do rubro-negro que a bola encontrou as redes de Magrão.


Troféu foi desenhado por Dantas Suassuna, filhio de Ariano Suassuna, em homenagem ao pai. Foto: Alexandre Arditti/Jornal do Commercio


O troféu Ariano Suassuna é composto de madeira e latão. No objeto, os símbolos do escritor Ariano Suassuna, rubro-negro ilustre que morreu no ano passado, no dia 23 de julho. “Peguei símbolos do que meu pai desenhou ao longo da vida. A taça está dividida em quatro partes: a divindade representada pelo gavião, o universo representado pelo sol, a terra representada pela onça e, acima disso, o candelabro da verdade”, explicou Dantas Suassuna.

No evento de apresentação do troféu, realizado na última quinta-feira (22), o presidente rubro-negro, João Humberto Martorelli, afirmou que todo ano será disputado um amistoso internacional para prestar homenagem a Ariano. “Por tudo o que ele carregou de Sport em sua vida, o mínimo que podemos fazer é retribuir isso com jogos internacionais todos os anos”, disse.

VEJA MAIS CONTEÚDO