ELIMINAÇÃO

Eduardo Baptista pede desculpas a torcida e deve continuar no cargo


A escalação ofensiva não foi suficiente para sequer atingir o resultado mínimo para a disputa nos pênaltis.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/04/2015 às 10:30
Leitura:
Foto: Acervo/JC Imagem


Mais de 25 mil torcedores acompanharam a histórica partida das semifinais do Pernambucano nesse domingo (26). Para os rubro-negros ficou o gosto amargo da eliminação, justamente uma semana depois de ser derrotado pelo Bahia pela Copa do Nordeste.

A escalação ofensiva não foi suficiente para sequer atingir o resultado mínimo para a disputa nos pênaltis. Apático, Eduardo Baptista pediu desculpas aos torcedores e disse que os erros não foram pontuais. "Não fomos eficientes num contexto geral, em termos de marcação, finalização, nós pecamos não só no ataque, mas também no meio e defesa".

Confira a entrevista de Eduardo Baptista na íntegra:

O vice presidente de futebol do Leão, Arnaldo Barros, fez a “mea culpa” e garantiu que Baptista continua no cargo. Para disputar a Copa do Nordeste 2016, o Sport precisa reagir e sair vitorioso na disputa pelo terceiro lugar no Pernambucano.

SALGUEIRO - Logo após o fim da partida, carreatas e carros de som fizeram festa nas ruas da cidade de Salgueiro, Sertão de Pernambuco. A diretoria do time deve se reunir na manhã desta segunda-feira (27) para estudar promoções para o torcedor comparecer ao estádio e ajudar o time a fazer um bom resultado no estádio Cornélio de Barros.

Pela primeira vez na história do Campeonato Pernambucano, um time do interior disputa a final da competição. A cidade de Salgueiro possui apenas 10 anos de experiência em futebol profissional. Ouça mais informações na voz de Claudinei Santos, da Rádio Talismã FM:


Mais Lidas