SÉRIE B

No aniversário de Ricardinho, Santa Cruz perde por 4 X 1 para o América Mineiro e cai oito posições na tabela


O primeiro gol da partida saiu antes do primeiro minuto. O Santa Cruz está na 15ª posição e continua sem ganhar fora de casa na competição

Da Rádio Jornal, atualizado às 18h30
Da Rádio Jornal, atualizado às 18h30
Publicado em 23/05/2015 às 16:39
Leitura:
Foto: Guga Matos/Arquivo JC Imagem


Nenhum técnico espera ver seu time perder por 4 X 1, ainda mais quando o jogo acontece no dia em que aniversaria. Esse sábado (23), não foi um bom dia para Ricardinho, técnico do Santa Cruz. Quando a partida começou, o América-MG estava em 17º lugar, na zona de rebaixamento, e o Santa Cruz estava na 7ª colocação, posição tranquila na tabela. Porém, quando o jogo acabou, o América havia pulado para a 7ª posição e o Santa Cruz caído para 15º no Campeonato Brasileiro da Série B.

A primeira supresa veio aos 58 segundos, quando Cristiano tocou para Robertinho, que invadiu a área e bateu cruzado sem chances para o goleiro Fred. O América saiu na frente e promete não dar sussego para o Tricolor do Arruda. Escute o gol, com a narração de Roberto Queiroz:

O segundo gol do América-MG no jogo chegou aos 8 minutos de jogo. A defesa do Santa Cruz pediu impedimento para o gol de Mancini, mas a arbitragem negou.

Pouco tempo depois, uma jogada atrapalhada resultou em um gol contra do zagueiro Diego Sacoman. Tudo começou com Mancini, que jogou a bola na área, Anderson Conceição cabeceou para a rede, mas a bola bateu em Diego Sacoman, que marcou um gol contra. Ouça a narração do gol:

Pouco antes dos 44 minutos do primeiro tempo, a defesa do Santa Cruz vacilou mais uma vez e permitiu que Marcelo Toscano fizesse o dele. Ouça:

O Santa Cruz só conseguiu sair do zero no placar aos 46 do primeiro tempo. Nininho deu um belo passe para o meia Pedro Castro, que bateu cruzado sem dar chances para o goleiro. Ouça:

No final do primeiro tempo, o técnico do Santa Cruz, Ricardinho, se disse surpreso com o placar.

No segundo tempo tempo, o Santa Cruz ousou mais e teve boas chances, mas não teve sorte. Aos 10 minutos, Pedro castro teve uma boa chance, mas não finalizou bem e o goleiro João Ricardo conseguiu defender. Aos 22 minutos, o atacante Anderson Aquino fez o seu gol na partida, mas a arbitragem anulou equivocadamento o lance.

Apesar da pressão do Santa Cruz sobre o América-MG, o segundo tempo foi monótono para o torcedor, deixando irritado apenas o técnico do América, Givanildo Oliveira, que já fez passagens quatro passagens como técnico pelo Tricolor do Arruda e é responsável pelo acesso do Santa à série A em 2005. Em entrevista ao repórter Wellington Araújo, Givanildo disse que o Santa Cruz deu azar de "encontrar o América fazendo um bom jogo" no primeiro tempo:

Ficha técnica do jogo:

América-MG: João Ricardo; Walber, Wesley Matos, Anderson Conceição e Raul; Leandro Guerreiro, Thiago Santos, Tony e Mancini; Felipe Amorim e Marcelo Toscano. Técnico: Givanildo Oliveira.

Santa Cruz: Fred; Nininho, Diego Sacoman, Danny Morais e Renatinho; Bruninho, Edson Sitta, Pedro Castro e João Paulo; Anderson Aquino e Bruno Mineiro. Técnico: Ricardinho.

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Horário: 16h30. Árbitro: Rafael Traci (PR). Assistentes: Luciano Roggenbaum e Sidmar dos Santos (ambos do PR).


Mais Lidas