SÉRIE B

Em jogo marcado por erros, Náutico consegue empate em 1 x 1 com Sampaio Corrêa e segue invicto


Clube alvirrubro perdia até os 46 minutos do 2º tempo, quando empatou. O Náutico e agora está em 3º lugar na tabela

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/05/2015 às 18:40
Leitura:

Uma partida marcada pelos erros de passe, gols desperdiçados e um empate no final. Assim pode ser resumido o empate em 1x1 entre Sampaio Corrêa e Náutico neste sábado(30), em São Luís do Maranhão. O time pernabucano perdia até os 46 minutos do segundo tempo, quando conseguiu empatar.

Com o resultado igual, o Náutico perde os 100% de aproveitamento, deixa a liderança, mas conseguiu pontuar. Com três vitórias e um empate, o clube alvirrubro está em terceiro lugar na Série B. Já o Sampaio que estava no terceiro lugar, agora ocupa a quarta posição.

O jogo foi disputado. As duas equipes oscilaram entre altos e baixos, ambas desperdiçando chances. Apesar de mais ofensivo, o Náutico errou mais e após um primeiro tempo de 0x0, veio a punição: sofreu gol aos 12 minutos do segundo tempo pelos pés de Edivânio. Quando tudo parecia perdido, o time do técnico Lisca acelerou o passo e partiu pro tudo ou nada.

Já na reta final da partida, nos acréscimos, o Náutico chegou ao empate com gol de Douglas, aos 46 minutos do segundo tempo. o empate acabou sendo positivo para o alvirrubro.

Em terceiro lugar na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B, o Náutico volta a campo já na próxima terça-feira (02), às 19h30, contra o Ceará, em Fortaleza. Enquanto isso, você escuta os gols da partida e os comentários do time do Escrete de Ouro da Rádio Jornal nos áudios abaixo.

Após o jogo, o artilheiro do Náutico e autor do gol do Timbu na partida, Douglas diz que veio para construir uma história no time. "A equipe está de parabéns por que não deixou de acreditar", diz. Ouça a entrevista completa:

Técnico do Náutico durante a suspensão de Lisca, Levi Gomes disse que o jogo foi difícil por que a equipe ainda estava cansada da pertida realizada na última quarta-feira, contra o Flamengo, e o campo estava muito fofo, ruim de percorrer. "Infelizmente tomamos um gol da maesma maneira que tomamos contra o flamengo, um gol de bola parada". Ouça a entrevista completa:


Mais Lidas