NÁUTICO

Lisca nega desentendimentos com gerente de futebol do Náutico, que foi demitido


"Se houvesse tido uma discussão forte e se alguém tivesse que sair seria eu", disse o técnico do Náutico

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/07/2015 às 7:53
Leitura:

O Náutico treina de portões fechados na tarde desta quarta-feira (22) na Arena Pernambuco. Lisca está fazendo suspense para a escalação da partida contra o Vitória-BA, segundo colocado da Série B com 2 pontos a mais que o Timbu, no sábado (25).

Gil Mineiro se recupera de uma virose, o zagueiro Flávio, que está com uma lesão de grau 1 na coxa, e o atacante Bergson, com uma lesão no dedo, devem ser os desfalques do time para a próxima partida. Ronaldo Alves, Guilherme e Pedro Carmona devem voltar ao time.

Lisca, que foi sondado pelo Botafogo mas continua com contrato no Timbu até o meio de 2016, montou a base do time com Júlio César, Lucas ou Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller, Gastón Filgueira, João Ananias, Marino, Magrão, Hiltinho, Douglas e Rogerinho. Pedro Carmona pode entrar na vaga de Marino ou Magrão.

Com a repercussão da demissão do gerente de futebol do Náutico, Carlos Kila, Lisca se pronunciou: "Não houve stress nenhum, eu fui comunicado como todos os funcionários do Náutico (...) se houvesse tido uma discussão forte e se alguém tivesse que sair seria eu", disse. Confira o boletim completo do Náutico na voz de Renata Andrade, para o Bola de Primeira:


Mais Lidas