BRASILEIRÃO

Em jogo dramático, Sport perde para o Corinthians. Narrador se recusa a gritar gol corintiano


Com a derrota, Leão cai para o sexto lugar na competição

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/08/2015 às 23:16
Leitura:
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Leão enfrentou na noite desta quarta-feira (12) o Corinthians pela 18ª rodada da Série A do Brasileirão, no Itaquerão, em São Paulo. Em um confronto, ao mesmo tempo, dramático e equilibrado, o clube do Sudeste terminou levando os três pontos com um placar de 4 a 3. Agora, o time pernambucano cai para a sexta colocação, enquanto o paulista sobe para a liderança da tabela.

No último gol do Corinthias, o Garganta de Aço, Roberto Queiroz, se recusou a gritar gol. Num lance duvidoso em que o árbitro deu pênalti para o Corinthians, o time acabou levando a melhor. Ouça a revolta do narrador:

O jogo já começou equilibrado. Depois que o meia rubronegro Diego Souza perdeu um chute a gol, o atacante Luciano abriu o placar aos 13 minutos do primeiro tempo em favor do Corinthians. Ele deu um carrinho para desviar a bola que o volante Elias tinha tocado na entrada da pequena área. Três minutos depois, foi a vez do Sport revidar. O meio-campista Marlone cruzou para o atacante André, que estava na área corinthiana e cabeceou bem contra a rede leonina. No finalzinho do primeiro tempo, no 46º minuto, a sorte se mostrou novamente favorável para os paulistas. De novo, Luciano balançou a rede do Sport depois de chutar uma bola que tinha sobrado na pequena área rubronegra.

O segundo tempo foi ainda mais emocionante. Aos 14 minutos, o meia corinthiano Jadson estava perto de fazer o terceiro tento. O lateral Samuel Xavier tentou desviar com um carrinho, mas acabou marcando gol contra. Temendo a derrota, o técnico Eduardo Baptista pôs em campo Hernane, no lugar de André.

A partir daí, parecia que a sorte rubronegra tinha mudado. Aos 26, o Brocador arrancou a bola da defesa alvinegra e diminuiu a diferença. Cinco minutos depois, o mesmo centroavante deu um carrinho no zagueiro Eduardo Dracena para empatar o jogo. No entanto, aos 39, a bola bateu no braço direito de Rithely, e o árbitro marcou pênalti. Jadson foi quem fez o chute, dando a vitória de presente aos paulistanos.

Ouça os gols narrados por Roberto Queiroz:


Mais Lidas