Cobra Coral

O técnico do Santa deve confirmar hoje uma única mudança no time para o jogo contra o Vitória


Marlon deve voltar à titularidade no lugar do lateral esquerdo Lúcio

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/08/2015 às 10:14
Leitura:
Lelê falou sobre o momento do time e sobre as dificuldades. Foto: Guga Matos / JC Imagem

Os jogadores do Santa Cruz retornaram aos trabalhos ontem (12) no período da tarde no José do Rego Maciel. O técnico Marcelo Martelotte comandou um trabalho de recuperação física. Na academia, um trabalho para os que jogaram os 90 minutos e no campo de jogo, um trabalho com bola para os demais atletas.

O técnico Marcelo Martelotte não definiu o time, só vai dar a entrevista coletiva hoje (13), e deve confirmar a única mudança do time tricolor para o jogo de amanhã contra a equipe do Vitória. Marlon está voltando à titularidade no lugar do lateral esquerdo Lúcio.

O time do Santa deve formar com o Thiago Cardoso, Victor na direita, Neres, Danny Moraes e Marlon. No meio campo, Wellington César ao lado do Bileu, João Paulo, Lelê, Anderson Aquino e Graifite. Lelê fala sobre o momento do time e sobre as dificuldades, como por exemplo a sequencia de jogos, e a falta de treinos. "Realmente é um pouco desgastante, mas vamos com o pensamento de tentar a vitória, faz muito tempo que não conseguimos ganhar fora de casa, e eu acredito que se a gente ganhar fora de casa contra o Vitória vai dar uma força maior para a gente dentro do campeonato", disse. O jogador falou também sobre a questão da repetição do time. " O Martelotte tem estudado praticamente todas as equipes que a gente tem jogado contra, e ele procura entrar de acordo com a equipe adversária, e para nos jogadores não é diferente. Treinamos todos os dias juntos, mas, talvez, favoreça um pouco a gente entrar com a mesma equipe", afirmou.

Lelê também falou sobre a ausência de vitórias fora de casa. "Até um certo ponto incomoda, quando jogamos, seja dentro ou fora de casa, queremos a vitória, as vezes o resultado não vem como a gente quer, mas o pensamento é esse aí. Temos que ir com o pensamento de que se não der para vencer, pelo menos trazemos pontos que na frente podem fazer a diferença", afirmou.


Mais Lidas