FUTEBOL

Náutico perde para o Ceará e Lisca deixa o clube pela segunda vez em pouco mais de um ano


O Timbu teve ao menos quatro chances claras de gol, mas novamente esbarrou em suas próprias limitações, perdendo a oportunidade de sair com um melhor resultado na partida

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/09/2015 às 21:36
Leitura:
Foto: Diego Nigro/JC Imagem


O técnico

No comando da equipe alvirrubra desde março, o técnico Lisca não resistiu a mais um resultado negativo e teve que deixar o time pela segunda vez em um ano. A decisão foi tomada pela diretoria em uma reunião após o fim da partida contra o Ceará, realizada nessa segunda-feira (7) na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Quem assume interinamente o clube é Levi Gomes, que esteve à frente do Náutico em junho, quando Lisca cumpriu suspensão.

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, conhecido como Lisca Lorenzi, Lisca ou Lisca Doido, ficou marcado na gestão do clube por suas decisões e performances polêmicas e extravagantes. No placar, porém, o gaúcho não conseguiu eficácia. De 2014 para cá, o aproveitamento do técnico passou de 49,18% para 50,47%, sem dar chances para o torcedor ter esperanças de um título local ou nacional.

A partida

Em um jogo repleto de chances de gols para as duas equipes, o Ceará venceu o Náutico por 1 a 0, na Arena Castelão com um gol solitário de Rafael Costa. O atacante, agora artilheiro do time cearense na Série B com cinco gols, travou um duelo particular com o goleiro Júlio César, ao ter ao menos quatro outras chances claras defendidas ao longo do jogo. No final, foi premiado por não desistir.

Se por um lado o Ceará balançou as redes, por outro o Náutico segue seu calvário longe do Recife. Chegando à oitava derrota em 12 jogos como visitante na Série B, o alvirrubro poderia ter marcado muitos gols na primeira etapa, quando perdeu diversas oportunidades em sequência. Foi castigado com um gol nos momentos finais da partida.

Acompanhe o gol da rodada com narração de Roberto Queiroz:

Durante conversa com os jornalistas, o técnico Lisca fez uma avaliação sobre o jogo. De acordo com ele, até os 35 minutos do primeiro tempo o Naútico teve a chance de sair na frente. Com a queda do Fabiano no segundo tempo, a equipe tentou mudar a tática mas ficou bastante vulnerável.

Acompanhe a entrevista com o técnico Lisca:


Mais Lidas