Confronto

Na sede do Clube Náutico, ainda é possível ver resquícios do confronto entre torcidas


Houve confronto, quebra-quebra em estabelecimentos, na sede do Náutico e em veículos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/09/2015 às 10:33
Leitura:
Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem

O confronto entre as torcidas organizadas que aconteceu na noite desta terça-feira, no bairro dos Aflitos, na frente da sede do Clube Náutico Capibaribe, deixou resquícios que ainda podem ser vistos na manhã desta quarta-feira.

O tumulto aconteceu depois da partida entre Santa Cruz e Paysandu, que jogaram pela Série B do Campeonato Brasileiro, no Arruda, e terminou com o placar de 2X1 para o time visitante. Houve confronto, quebra-quebra em estabelecimentos, na sede do Náutico e em veículos estacionados nas ruas próximas. No chão ainda é possível ver paus e pedras utilizadas na guerrilha promovida por centenas de pessoas.

Moradores dos arredores relataram os horrores presenciados, confira no flash de Rafael Carneiro:


Na confusão, nenhum envolvido foi preso pela Polícia Militar, no entanto, em nota, o 13° BPM, que é quem faz o patrulhamento desta área, diz que conseguiu fazer a dispersão dos torcedores da sede do Clube Náutico Capibaribe. Cerca de 40 PMs estiveram atuando nesta ação, deste resultado, dois torcedores do Paysandu ficaram feridos e foram encaminhados para o Hospital da Restauração.


Mais Lidas