ENTREVISTA

Após sair do jejum, Eduardo Baptista diz que não pensou em entregar o cargo


O técnico do Sport avaliou como difícil a partida contra o Fluminense e atribuiu a vitória à garra e ao merecimento dos atletas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/09/2015 às 5:51
Leitura:
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem


A vitória deste domingo (13) contra o Fluminense deixou o Sport a nove pontos da zona de rebaixamento. Não foi uma partida de encher os olhos do torcedor, mas os pouco mais de seis mil espectadores comemoraram, e muito, o resultado. Com o gol de Danilo, o Leão quebrou o jejum de 10 partidas sem vencer.

Nas entrevistas pós-jogo, os atletas adotaram o discurso de unidade, de valorização ao treinador. O técnico agradeceu o apoio e destacou o lado motivacional no encontro do presidente do clube, João Humberto Martorelli, com todo o grupo. Ouça a entrevista completa:

Após o jogo, Eduardo Baptista afirmou que, diferente de outras jornadas, tudo saiu como planejado nos treinamentos. “A vitória foi da garra e do merecimento. A vitória é dos atletas”, completou. Ele também fez questão de enfatizar que não pensou em entregar o cargo.


Mais Lidas