VITÓRIA TRICOLOR

A festa tricolor não tem hora pra acabar


Torcedores foram às ruas nesta segunda (23) vestindo as cores da bandeira coral

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/11/2015 às 8:56
Leitura:

A segunda-feira ainda é de festa para o Santa Cruz em Pernambuco. No primeiro dia útil após a vitória do último sábado (21) contra o Mogi Mirim, que garantiu a classificação do tricolor na Série A, um número infindável de torcedores foi às ruas, orgulhosamente vestindo as cores da bandeira coral. O time encerra um jejum de dez anos desde a última vez que esteve na elite do futebol brasileiro.

O apito final do jogo contra o Mogi Mirim desencadeou um verdadeiro carnaval fora de época. Na manhã do domingo, centenas de torcedores, animada por três trios elétricos, acompanharam a delegação tricolor, que desfilou em um carro do Corpo de Bombeiros na Avenida Beberibe, na Zona Norte do Recife. Na sede do time, no bairro do Arruda, houve o tradicional banho na piscina do clube.
O meio-campo Renatinho admite que tinha certeza do feliz desfecho da segundona com o objetivo alcançado, ouça abaixo:

Para a torcida do tricolor, Renatinho e Tiago Cardoso são símbolos, pois ajudaram a reerguer o “mais querido”. O treinador Marcelo Martelotte afirma que a conquista começou bem antes, quando o grupo ficou blindado. Ouça abaixo:


A Série B ainda não acabou e o Santa Cruz encara o Vitória, da Bahia, no próximo sábado (28), no Arruda, na disputa pelo vice-campeonato. O presidente do clube, Alírio Moraes, afirma que o êxito é o resultado de vários fatores, dentro e fora de campo:


A torcida faz questão de chamar a equipe de “time de guerreiros”, pelo espírito de luta quando saiu do 18º lugar até agora, no G-4. Graciete Pereira ressalta a história do ABCD e do DCBA, da queda e ascensão do Tricolor do Arruda:

Ouça abaixo a matéria de Leonárdo Bóris para o Bola de Primeira com os destaques do Santa:


Mais Lidas