FUTEBOL FEMININO

Seleção feminina avassaladora conquista Torneio Internacional de Futebol


Com destaque para atuação de Marta e Andressa Alves, Brasil conquista sexto título na Arena das Dunas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/12/2015 às 19:57
Leitura:
Foto: Agência Mowa | CBF | Divulgação


Em jogo marcado pela emoção e pela garra das jogadoras brasileiras, seleção feminina de futebol, de forma muito merecida, conquistou o Torneio Internacional de Futebol Feminino. Vindo de três vitórias, a equipe comandada por Vadão entrou em campo, na Arena das Dunas, em Natal, precisando apenas de um empate contra o time do Canadá, para garantir o sexto título.

Contando com a craque Marta e destaques como Formiga e Andressa Alves, as meninas iniciaram o jogo de forma ofensiva contra as canadenses. Com a Arena lotada e colorida de verde e amarelo, o time brasileiro começou jogo artindo pra cima das adversárias e investindo nos contra-ataques.

As jogadoras Andressa Alves e Marta trocam bons passes e levam perigo à meta adversária. Aos 24 minutos do primeiro tempo, Poliana acerta uma bola na trave, depois de travar com a zaga canadense. Aos 36 minutos, Bárbara faz um bela defesa e Formiga tira a bola na linha do gol brasileiro.

Mesmo com boas chances, o primeiro tempo encerra com o placar 0 X 0. Os times voltam a campo para o segundo tempo e o Canadá abre o placar antes do primeiro minuto. Beckie recebe uma bola na área, corta a zagueira e chuta para o gol. A torcida canadense ainda comemorava o placar e o Brasil reage e empata o jogo segundos depois, com gol de Andressa Alves.

Aos 17 minutos, o Brasil amplia o placar com uma cabeçada de Mônica. Brasil 2 X 1 Canadá. As brasileiras permanecem no ataque boa parte do segundo tempo, mantendo a posse de bola e criando muitas opções de gol e belos lances.

Aos 35, o Brasil faz mais um, com a dupla Mônica - Andressa Alves. Com o placar de 3 X 1, as meninas da seleção brasileira conquistam o troféu do Torneio Internacional Feminino.

Confira os gols com narração de Aroldo Costa e comentários de Igor Moura e Renata Andrade:


Mais Lidas