VIOLÊNCIA ESPORTIVA

Tumulto e confusão marcam a tarde anterior ao Clássico das Multidões


Horas antes da partida, a PM apreendeu vários pedaços de madeira e ferro com torcedores em Prazeres. Também houve confusão na Madalena

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/02/2016 às 7:53
Leitura:
Foto: Fernando da Hora/JC Imagem

Mesmo no começo da tarde desse domingo (21), antes do início do Clássico das Multidões, entre o Sport e o Santa Cruz, na Ilha do Retiro, os conflitos entre torcidas organizadas já eram uma triste realidade no Grande Recife. Nas redes sociais, são vários os vídeos e relatos em texto de pessoas que presenciaram brigas envolvendo tricolores e rubro-negros.

Horas antes da partida, a polícia apreendeu vários pedaços de madeira e ferro com um grupo com camisas do Santa Cruz em Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. Por volta do meio-dia, integrantes da Inferno Coral entraram em conflito com a Torcida Jovem do Sport.

A rua Professor Benedito Monteiro, na Madalena, nas imediações do Clube Internacional, se transformou em algo parecido com um cenário de guerra. Viaturas da Polícia Militar (PM) afastaram os torcedores, que jogavam bombas e pedras entre si, com tiros de bala de borracha.

Depois do jogo, um grupo da Inferno Coral tentou iniciar uma confusão na saída da Ilha do Retiro, mas foi contido por agentes da PM. Paulo Morais, titular da Delegacia de Polícia de Repressão à Intolerância Esportiva, admite a fragilidade das leis. “Jogo a jogo vem aumentando essa violência toda. As penas são tão pequenas que eles não se incomodam e voltam a repetir os atos”, comentou.


Mais Lidas