FUTEBOL

Em jogo fraco, Santa Cruz empata sem gols e se classifica na Copa do Brasil


O tricolor havia vencido a primeira partida por 1 a 0. O Santa Cruz agora espera o vencedor do confronto entre Náutico e Vitória da Conquista

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/04/2016 às 0:38
Leitura:
Foto: Tato Rocha / JC Imagem

Na noite desta quarta-feira (6), o Santa Cruz recebeu o Rio Branco, pela partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Com um time misto, o tricolor pernambucano empatou em 0 a 0 e garantiu a vaga a próxima fase, já que havia vencido o primeiro jogo no Espírito Santo por 1 a 0.

No estádio do Arruda praticamente vazio, com pouco mais de dois mil torcedores, os presentes acompanharam uma partida extremamente fraca. Com um time misto, lento e desentrosado, o Santa Cruz não ofereceu poucos perigos e só não se complicou, porque Rio Branco não tinha qualidade suficiente para dificultar a vida do Santa Cruz. Sendo assim, o 0 a 0 se tornou nota para a partida.

Classificado a próxima fase da Copa do Brasil, o Santa Cruz agora fica no aguardo do vencedor do confronto entre Náutico e Vitória da Conquista, que será decidido nesta quinta-feira (7). Já no próximo domingo (10), o tricolor do Arruda terá o último desafio no hexagonal do Pernambuco, onde encara o Sport, no Clássico das Multidões, precisando de um empate para depender apenas dele e se classificar as semifinais.

Direto do estádio do Arruda, a Rádio Jornal com o Escrete de Ouro, transmitiu todas as emoções da partida. Roberto Queiroz narrou, com os comentários de Maciel Júnior e André Luiz Cabral. Nas reportagens a beira do gramado, José Silvério e Leonardo Bóris. No plantão, trazendo todas as informações e resultados do futebol pelo Brasil e pelo mundo, Marcelo Araújo.

Ficha do jogo:

Santa Cruz

Edson Kolln, Everton Sena (Ítalo, depois Lelê), Alemão, Néris e Tiago Costa; Wellington, Daniel Costa, Leandrinho, Léo Moura e Raniel (Pedro Botelho); Bruno Moraes. Técnico: Milton Mendes.

Rio Branco

Walter; Ivan, Alexandre, Santiago e Murilo; Marco Antônio, Ramon, Leonardo, Rodriguinho e Bruninho (Emerson Balotelli); Cleiton Gladiador (Felipe Capixaba). Técnico: Duílio Dias.

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO). Assistentes: Leone Carvalho Rocha e Adailton Fernando Menezes (ambos GO).

Cartões Amarelos: Ítalo, Leo Moura, Lelê, Santiago, Leo Oliveira e Alexandre.

Público: 2.690 torcedores. Renda: R$ 25.920,00.


Mais Lidas