ESPORTES

Presidente do Sport afirma que Bivar presta um desserviço ao clube

João Humberto Martorelli, afirma em nota que a instituição é privada e os números do clube devem ser tratados internamente com sócios e conselheiros

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/05/2016 às 14:47
Leitura:
Foto: JC Imagem

Os jogadores do Sport voltam ao trabalho nesta tarde, no CT do Leão em Paratibe, atletas já estão concentrados para a final do Campeonato Pernambucano. O time está praticamente definido com Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Henriquez, Durval, Renê, Rithely, Serginho, Gabriel Xavier, Lenis, Mark González, Vinícius Araújo.

O árbitro Emerson Sobral vai apitar o jogo mesmo sem a vontade do Sport, que havia solicitado árbitros da FIFA, para as duas finais. A diretoria alegou que Emerson já prejudicou o leão em duas oportunidades, no ano passado. Mas deu crédito ao árbitro em nota divulgada no site oficial.

O meia Gabriel Xavier afirma que assistiu a final da Copa do Nordeste para analisar taticamente o Santa Cruz. “Final muda tudo, é um clássico, o foco é no nosso trabalho,” disse.

O Sport divulgou nota oficial também sobre as críticas do ex-presidente do leão, Luciano Bivar, ao balanço financeiro da gestão atual. Na Rádio Jornal, Luciano disse que houve peladalas e que a gestão é temerária. O atual presidente, João Humberto Martorelli, afirmou que a instituição é privada e que os números do clube devem ser tratados internamente com sócios e conselheiros. E em aúdio enviado para a Rádio, Martorelli, foi ainda mais duro, disse que Luciano Bivar presta descerviso ao Sport com as declarações.

Veja a nota do Sport na íntegra:

Com o objetivo de tranquilizar sócios, conselheiros e demais torcedores do Leão em relação às especulações levantadas a partir da publicação do Balanço Financeiro do Sport, o presidente executivo João Humberto Martorelli esclarece que:
- O Sport é uma instituição privada e trata seriamente de seus números internamente, compartilhando de forma clara e transparente com seus sócios e conselheiros;
- O Clube tem uma condição financeira absolutamente saneada e nenhum passivo será deixado para as próximas gestões. Pelo contrário, recursos serão disponibilizados para os próximos exercícios, não havendo qualquer ameaça de não continuidade em relação aos projetos atualmente desenvolvidos;
- O balanço trata de questões contábeis, não havendo um passivo no valor citado em público de R$ 120 milhões ou qualquer outro compromisso financeiro adquirido que ultrapasse a gestão atual;
- O único valor que ultrapassará esta gestão são aqueles passivos tributários que vêm, inclusive, de gestões anteriores e que foram consolidadas e organizadas no Refis, que se projetará de acordo com a lei por muitos anos, mas sem comprometer a atuação das futuras gestões desde que sejam organizadas também.
O Sport só é grande porque é unido. Esperamos contar com toda força da nação rubro-negra, especialmente em um momento de decisão, como este.
Pelo Sport tudo!

Ouça outros detalhes na matéria do repórter João Victor Amorim:

O conselheiro rubro-negro, Yuri Mello, é entrevistado nesta terça-feira (03) no Assunto é Futebol Segundo Tempo sobre a declaração do ex-presidente do Sport, Luciano Bivar. “Luciano sempre será bem vindo no clube, mas não tenho dúvida que Martorelli deixará um grande legado,” disse.

Ouça na íntegra a entrevista com Yuri Mello:

Mais Lidas