CLÁSSICO

Agressões e vandalismo marcam Clássico das Multidões


Partida entre Santa Cruz e Sport deixou um saldo de confusão nos entornos do Arruda e arrastões na Madalena

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/06/2016 às 8:36
Leitura:
Foto: Caroline Santos/Rádio Jornal


A violência voltou a roubar a cena no futebol pernambucano. No Clássico das Multidões entre Santa Cruz e Sport na última quarta-feira (1º), no Arruda, foram registradas ações de vândalos principalmente antes da partida, marcada para às 21h. Mais uma vez, o cidadão recifense fica refém da violência e os criminosos disfarçados de torcedores, impunes.

Por volta das 20h, um grupo, que aparentemente fazia parte de uma Torcida Organizada, fez um arrastão nas imediações das avenidas José Bonifácio e Visconde de Albuquerque, na Madalena, Zona Norte do Recife. A ação durou cerca de 10 minutos e os vândalos chegaram a quebrar vidros de carros que passavam no momento.

Torcedores relataram, também, momentos de terror nas imediações do Arruda minutos antes do jogo, com muita confusão e "quebra-quebra". Após a partida, não foram registrados tumultos. Confira o relato de um torcedor no flash de Henrique Barros:



Depois de perder o Clássico por 1 x 0, o Santa Cruz, que fez sua pior partida na Série A do Brasileirão, saiu da invencibilidade que mantinha havia 17 jogos. O time trabalha pela manhã nesta quinta (2) e viaja às 13h30 para Curitiba, onde vai jogar contra o Atlético-PR no sábado (4). Já o Sport, que estava havia oito jogos sem vencer, passou para a 18ª colocação e deixou a lanterna, mas segue na zona de rebaixamento. O próximo jogo do Leão é domingo (5), contra o Atlético-MG, novo lanterna, na Ilha do Retiro. O time tem reapresentação hoje, às 15h30.

Ouça mais notícias sobre Santa Cruz e Sport nos boletins do Bola de Primeira de João Victor Amorim e Leonardo Bóris, respectivamente:


Mais Lidas