ESPORTES

Depois de tumulto, presidente do Santa dá nota 10 ao técnico coral


O presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes, reconhece a urgência por reforços e em nenhum momento pensou em tirar o treinador do cargo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/07/2016 às 13:06
Leitura:
Foto: JC Imagens

O Santa Cruz perdeu a sétima partida em oito jogos na Série A, nessa quinta-feira, contra a Ponte Preta, 3x0 para o time Paulista, no Arruda. Com o resultado, a equipe tricolor caiu para a 19ª colocação com apenas 11 pontos ganhos. Depois da partida, muitas críticas da torcida ao elenco e principalmente ao meia-atacante, Lelê. As especulações nos bastidores eram de que o técnico Milton Mendes poderia deixar o cago ou ser demitido.

Os líderes do grupo invadiram a entrevista coletiva e o volante Uillian Corrreia se exaltou, questionou de forma exacerbada o repórter Iranildo Silva, da Transamérica, sobre algumas respostas que o jogador concedeu na saída de campo. “Falaram lá fora que tínhamos problemas com Milton Mendes ou que tínhamos que mudar em todos os setores do campo, qual o homem que vai falar agora aqui?” disse. Depois do bate-boca, Milton deixou claro que não vai abandonar o elenco. “O comandante do navio tem que ser o último a abandonar o barco”, afirmou.

Em primeira mão na Rádio Jornal, o presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes, reconheceu a urgência por reforços e disse que em nenhum momento pensou em tirar o treinador do cargo, “A gente precisa de reforços, de forma nenhuma passou pela minha cabeça tirar o Milton, queremos cumprir o contrato com o treinador,” disse. “Dou nota 10 para ele”, completou.

Confira a notícia completa com o repórter João Victor Amorim:

Ouça também a entrevista exclusida de João Victor com o presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes.

Opinião dos comentaristas Maciel Júnior e André Luiz Cabral:

O técnico Milton Mendes lançou um vídeo no Facebook oficial do Santa Cruz pedindo apoio ao torcedor do Santa:


Mais Lidas