PARALIMPIADAS RIO 2016

Pernambuco tem grandes chances de levar medalha nas Paralímpiadas


Natália Mayara, do tênis em cadeira de rodas, e Eric Epaminondas e Edjunior José, do basquete em cadeira de rodas, são alguns dos nossos representantes nas Paralímpiadas

Maria Luísa Ferro
Maria Luísa Ferro
Publicado em 06/09/2016 às 8:57
Leitura:
Natalia Mayara é uma das representantes de Pernambuco nas Paralímpiadas
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nos jogos paralímpicos, a dor sofrida por algum trauma ou deficiência transforma-se em superação. Na segunda reportagem da série, Renata Andrade conta a história de Natalia Mayara, do tênis em cadeira de rodas, melhor do Brasil na sua modalidade, e de Eric Epaminondas e Edjunior José, 2º lugar no ranking geral do basquete em cadeira de rodas.

Natália, Edjunior e Eric são grandes chances de o Brasil levar medalhas na Paralímpiadas do Rio de Janeiro.

Confira a segunda reportagem da série:

Amanhã, na última reportagem da série, conheça as histórias de Raimundo Nonato, do futebol de cinco, e Felipe Andrews, da natação.


Mais Lidas