SÉRIE A

Entre idas e vindas da luz, Santa Cruz perde para o Santos no Pacaembu

Tricolor do Arruda chegou a colocar o Peixe contra a parede com dois gols de Keno. Técnica e cansaço falaram mais alto e o Santos saiu vencendo. Santa está em 19º e Santos em 4º

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 18/09/2016 às 20:59
Leitura:
Foto: reprodução/Premiere TV


Depois de quase duas horas e meia de duração, a partida entre Santos e Santa Cruz finalmente chegou ao fim. O jogo soi suado, sofrido e bem jogado. Tanto o integrante do G4, o Santos, quando o vice-lanterna, o Santa, fizerem bonito e foram dignos do placar, um 3X2 que bem poderia ser empate. Seria bem justo.

Mas o futebol não se vence apenas com justiça. Técnica, elenco, cansaço físico contam e muito. O Santa Cruz se empenhou para barrar o Santos no Pacaembu. Consegiu empatar o placar duas vezes, mas não conseguiu segurar o Peixe. Saltou sorte, mas sobrou garra. Uma garra que o torcedor do Santa Cruz bem que gostaria de ter visto na derrota por 5 X 3 contra o Sport no último domingo.

O JOGO

O primeiro gol da partida veio aos 4 minutos do primeiro tempo pelos pés de Copete. O lance foi confuso, mas Tiago Cardoso poderia ter evitado o gol. Ouça o gol na voz de Roberto Queiroz:

O gol de empate do Santa Cruz veio aos 10 minutos do segundo tempo. Pisano tocou para Léo Moura, que se atrapalhou e foi lance mal rebatido por Victor Ferraz. Bola sobrou para Keno, que chutou para dentro do gol de Vanderlei.

Aos 26 minutos do segundo tempo, Ricardo oliveira, que já tinha sido pego em seis impedimentos, amaciou a bola e tocou para Jean Mota fazer o dele e desempatar o placar no Pacaembu. Defesa do Santa, novamente, estava recuada.

Depois do desempate, o Santa Cruz desacelerou e perdeu o ânimo que vinha impondo encima do Santos. O empate veio, novamente, pelos pés de Keno. Em lance rápido de contra-ataque, Grafite entregou para Keno, que estava livre e bateu forte.

Mas a alegria durou pouco. Pouco mesmo. Menos de 1 minuto depois, Vítor Bueno bateu forte com o canto esquerdo e deixou Tiago Cardoso sem chances.

PRÓXIMO DESAFIO

Na próxima quarta-feira (21), o Santa Cruz enfrenta o time do Independiente, em Medellín, na Colômbia. A partida é pela Copa Sul-Americana. Pelo Brasileirão, o Santa enfrenta o Figueirense fora de casa.

FICHA TÉCNICA

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Jean Mota), Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno; Copete e Ricardo Oliveira (Rodrigão). Técnico: Dorival Junior

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Léo Moura, Néris, Danny Morais e Allan Vieira (Luan Peres); Derley, Jadson (Wellington Cézar) e João Paulo; Pisano, Keno e Bruno Moraes. Técnico Doriva

Mais Lidas