Dois técnicos sondados pela diretoria rejeitam convite do Sport

De acordo com o vice-presidente executivo do Sport, Arnaldo Barros, o compromisso com o treinador será firmado até o final do ano por conta das eleições do clube

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/10/2016 às 16:04
Leitura:
Vice-presidente Executivo e de Futebol do Sport, Arnaldo Barros
Foto: Reprodução


O vice-presidente executivo e de futebol do Sport, Arnaldo Barros, disse, nesta quarta-feira (12), que com a saída de Oswaldo de Oliveira, que assumirá o Corinthians, a diretoria vai tentar concretizar algumas das negociações com os técnicos que estão disponíveis. Segundo Arnaldo, os dois nomes que haviam sido sondados não aceitaram o convite. A diretoria está ainda em negociação com outros treinadores.

LEIA TAMBÉM

Exclusiva: presidente do Sport comenta saída de Oswaldo de Oliveira

“Nós estamos tendo o cuidado de só firmar esse compromisso até o final do ano porque nós temos eleições no final do ano e não sabemos qual será o destino”, destacou o vice-presidente. “Não seria prudente de nossa parte, desde agora, fazermos uma contratação que obrigue quem quer que seja que venha a se eleger no Sport por mais tempo além do período dessa gestão”, completou.

Confira os detalhes na entrevista concedida ao repórter João Victor Amorim:

A intenção, segundo o vice-presidente, era fazer a transição dos técnicos ainda no vestiário, mas a informação da saída de Oswaldo de Oliveira vazou antes do esperado. “Nós estávamos trabalhando para já hoje (ter um novo treinador)”, disse. “Não foi possível, o nosso trabalho é para que o quanto antes a gente puder anunciar esse novo nome”, garantiu.

Arnaldo Barros não revelou o nome dos dois técnicos que negaram o pedido. Segundo ele, ambos estão treinando outras equipes.

Ele explicou a demora para falar com a imprensa após o jogo e disse que o motivo foi a preocupação com jogador Diego Souza, que levou uma pancada durante a cabeça e foi encaminhado para um hospital de Chapecó.

Derrota contra a Chapecoense

O Sport não conseguiu segurar a Chapecoense nesta quarta-feira (12) e perdeu por 3 a 0. O Leão agora precisa "secar" Internacional, na disputa contra o Botafogo, e o Figueirense, na partida contra o Coritiba. Ambas as partidas acontecem na noite desta quarta-feira.

Arnaldo Barros lamentou a atuação do Sport contra a Chapecoense e disse que esta foi uma das piores partidas da equipe de 2016. “Nós perdemos por erros, o time foi apático”, apontou.

Mais Lidas