TRAGÉDIA

Ex-jogador Sandro Barbosa pede mais atenção de clubes com o transporte


Durante velório de Cléber Santana, Sandro afirmou que é preciso repensar a logística de transporte dos jogadores e avaliar os perigos que se passa em nome da economia

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/12/2016 às 19:22
Leitura:
Foto: Guga Matos/Arquivo JC Imagem


O ex-jogador e ex-executivo de futebol Sandro Barbosa também conversou com Leonardo Boris durante o velório de Cléber Santana, que aconteceu neste domingo (4) na Ilha do Recife. Para ele, é preciso ter mais cuidado com a vida dos jogadores. "A Chapecoense falhou em não pensar uma logsística bem feita. Claro que ninguém fez de propósito. Mas você passa muito perigo para economizar", diz.

Despedida de Cléber Santana emocionou amigos e fãs na Ilha do Retiro. Foto: Leonardo Boris/Rádio Jornal


Sandro ainda afirma que os jogadores são deixados em segundo plano e que o torcedor não fica sabendo dos que se passa por trás dos gramados. "Os bastidores de futebol são muito pesados". "Só agora vão pensar mais na logística, infelizmente em um momento de dor", afirma. Ouça a entrevista completa:

» Despedida emocionante de Cléber Santana reúne familiares, amigos e fãs

Sandro Barbosa

Assim como Cleber Santana, o recifense Sandro Barbosa foi descoberto nas categorias de base do Sport nos anos 1990. Passou pelo Santos, Botafogo, OS Belemenses (Portugal), Naval (Portugal), até retornar ao Sport. Em seguida, passou pelo Guarani, Vitória e Santa Cruz, onde também atuou como assistente e coordenador técnico.


Mais Lidas