CRISE

Marco Antônio deixa o Náutico e diz que levará o clube no coração


O meia Marco Antônio não aceitou a proposta da diretoria do Náutico. Ele concedeu entrevista ao repórter Leonardo Bóris e falou sobre sua saída do clube

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/05/2017 às 17:14
Leitura:

Imagem

O meia do Náutico, Marco Antônio, não aceitou a proposta da diretoria do clube e saiu do clube alvirrubro, nesta quinta-feira (11). É o quarto jogador em 10 dias. Os jogadores Mailson e Anselmo devem ser os próximos a deixar a equipe.

Segundo Marco Antônio, a diretoria o procurou para falar sobre a readequação financeira que o clube está passando. O meia elogiou a postura do vice-presidente de futebol do Náutico, Emerson Barbosa. “Disse ao Emerson que ele tem o meu respeito pela forma com que ele fez a situação, olho no olho. Ele me conhece, sabe da minha índole e do meu caráter”, disse. “Foi uma forma bem amistosa e ele tem o meu respeito. Pela situação que ele está entrando no clube e o que está proposto a fazer sei que não serão dias fáceis para o clube, mas talvez dias necessários para que lá na frente tudo se ajeite”, completou.

Ele disse que espera que a diretoria possa se unir e pense no clube, sem pensar em lados políticos. Marco Antônio explicou o motivo de não ter aceitado o acordo. “Na verdade, foi essa readequação, não em termos financeiros, mas na forma com que seria feito esse pagamento, essa situação que já está para trás há muito tempo”, contou. “Uma reunião bem transparente, bem sincera, de comum acordo para minha saída”, explicou.

Confira a entrevista completa concedida ao repórter Leonardo Bóris, do Escrete de Ouro:

Agradecimento

O meia Marco Antônio saiu agradecendo à torcida pela receptividade. “O que eu deixo é o meu muito obrigado para o torcedor que me acolheu, respeitou e me respeita desde sempre, desde a minha primeira passagem. Continuo levando o Náutico no meu coração e espero ver o clube daqui a alguns anos de uma forma melhor, numa outra situação”, completou o atleta.

Segundo ele, o momento agora é ir em busca de novos caminhos profissionais. “Vamos ver as situações que vão aparecer para mim e de forma bem profissional vou conduzir a sequência da minha carreira”, apontou.


Mais Lidas