ídolo

30 vezes Magrão: o herói da classificação do Sport na Sul-Americana


30º pênalti defendido pelo goleiro do Sport supera, em números, Buffon, e coloca Magrão entre os assuntos mais comentados do twitter

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/05/2017 às 11:04
Leitura:

Imagem

Continuar atuando aos 40 anos, para qualquer atleta de futebol, profissional é um feito. Manter o nível e se aprimorar cada vez mais com essa idade, é um marco. Magrão, dono da camisa 1 do Sport desde 2007, chegou ontem ao 30º pênalti defendido com a camisa leonina, e classificou o Sport para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

Não é exagero nenhum dizer que a grandeza de Magrão para a instituição rubro-negra é assombrosa, e se equipara ou supera o status de grandes ídolos do passado do clube. Em números, Alessandro Beti Rosa tem 424 aparições pelo Sport, segundo o site ogol, e ontem superou a marca de um outro gigante das traves, Gianlugi Buffon.

De acordo com o site Transfermarkt, que monitora jogadores ao redor do mundo, o lendário arqueiro italiano acumula 29 defesas de penalidade em sua carreira por clubes desde a temporada 1996/96. O mesmo site faz a monitoria de Magrão desde 2007, e já registrou a trigésima penalidade.

As estatísticas do goleiro rubro-negro deram um salto na atual temporada. Com as duas defesas de ontem, o camisa 1 da Ilha do Retiro já tem cinco paradas da marca de cal em 2017, somando as da última quinta-feira com outras duas diante do Joinville, pela Copa do Brasil, e outra diante do Campinense pelo Nordestão.

Gratidão

Após o apito final, a torcida do Sport presente no Estádio Centenário festejou o goleiro do Sport.

Repercussão

A atuação salvadora de Magrão colocou o atleta entre os assuntos mais comentados do twitter. Foram registrados mais de 15 mil publicações saudando o goleiro.


Mais Lidas