FUTEBOL

"O Palmeiras não deixou a gente jogar", diz Luxemburgo após derrota do Sport na Arena

Luxemburgo disse que faltou ao Sport uma jogada individual para conseguir escapar da forte marcação dos palmeirenses

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/07/2017 às 18:22
Leitura:

Imagem

Em coletiva após a derrota do Sport para o Palmeiras por 2 a 0, na tarde deste domingo (23), o técnico Vanderlei Luxemburgo destacou o mérito da equipe paulista, que soube dominar o Leão na Arena de Pernambuco. "O Palmeiras encaixou bem a marcação e não deixou a gente jogar. O time mereceu o resultado, conseguiu o placar no primeiro tempo e depois jogou no contragolpe", destacou.

Para Luxemburgo, faltou uma jogada individual dos rubro-negros para conseguir escapar da forte marcação do time treinado por Cuca. "Não saímos da marcação, tem que ter um drible, uma jogada diferente e não fizemos isso. Temos que dar os parabéns para eles", disse. "Hoje não era para ser nós", completou o treinador.

Confira a coletiva com o treinador do Sport

Com desfalques, o Palmeiras venceu o confronto direto com o Sport. Bruno Henrique e Keno, ainda no primeiro tempo, marcaram os gols. O jogo registrou o recorde de público do estádio em jogos entre clubes: 42.025 torcedores. O recorde geral é de Brasil x Uruguai, pelas Eliminatórias.

O Verdão pulou para 26 pontos e tirou a quinta do posição da equipe pernambucana, que estacionou nos 24.

FICHA DO JOGO

Imagem

SPORT 0 X 2 PALMEIRAS

Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (Grande Recife)
Data: 23/7/2017 às 16h
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Público: 42.025

SPORT : Agenor; Samuel Xavier, Durval, Ronaldo Alves e Sander (Rogério - Intervalo); Patrick, Rithely (Thallyson, aos 31'/2ºT), Everton Felipe (Thomás, aos 21'/2ºT), Mena e Diego Souza; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Luan, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique e Jean (Zé Roberto, aos 44'/2ºT); Keno (Róger Guedes, aos 31'/2ºT), Erik (Raphael Veiga, aos 37'/2ºT) e Deyverson. Técnico: Cuca.

Mais Lidas