POLÊMICO

"Futebolzinho dele é para o Náutico", diz Edmundo sobre saída de Gilberto do São Paulo

Edmundo fez duras críticas ao atacante Gilberto por decidir deixar o São Paulo e acabou sobrando para o Náutico

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/08/2017 às 8:39
Leitura:

Imagem

Ex-jogador e comentarista do Fox Esportes, Edmundo fez duras críticas à decisão do atacante Gilberto em deixar o São Paulo no fim da temporada, durante a exibição do programa “A última palavra”, e acabou sobrando para o Náutico.

Na visão do ex-jogador, o centroavante, que hoje é reserva de Lucas Pratto e decidiu deixar o São Paulo pela condição de reserva, precisa "agradecer a Deus" por atuar num clube das "dimensões" do clube do Morumbi. “Na nossa época o sonho de todo jogador era jogar no São Paulo, porque era organizado, tinha um CT sensacional com concentração. Isso lá atrás. Me espanta absurdamente o goleiro Renan Ribeiro não querer renovar com o São Paulo, o Gilberto não querer ficar no São Paulo. O Gilberto tinha que dar graças a Deus, rezar todos os dias, para todos os santos, agradecendo: ‘obrigado, meu Deus, obrigado, meu Deus, obrigado, meu Deus’, por jogar no São Paulo”, afirmou Edmundo, indignado.

Ao ouvir do apresentador Benjamin Back que Gilberto é um bom jogador, Edmundo disparou: “É bom jogador? Tinha que agradecer todo dia por jogar no São Paulo. Vai, com todo o respeito, para o Náutico. O futebolzinho dele é para o Náutico”, encerrou.

Veja o momento em que Edmundo fala do Náutico

O São Paulo e os representantes do atacante nem chegaram a iniciar as conversas pela renovação e o atleta decidiu que irá cumprir o contrato até 31 de dezembro e, posteriormente, buscar novos ares.

Contratado em agosto do ano passado, “Golberto”, apelido dado pelos são-paulinos, soma 41 jogos, 14 gols e quatro assistências pelo clube. Após um 2016 em baixa e com problemas físicos, a atual temporada, mesmo na reserva de Lucas Pratto, divide a artilharia com o argentino, ambos com 12 tentos.

Apesar do desabafo e de dizer que Gilberto não tem nível para um clube do porte do São Paulo, Edmundo fez questão de explicar que não tem nada contra o atleta. “Só quis citar um exemplo de que, na nossa época todo mundo sonhava em jogar com a camisa do São Paulo. Hoje, as pessoas estão contando os dias para sair. A mesma coisa o Cueva. O empresário já disse várias vezes: ‘vou tirar, vou levar, tem propostas’. Então o ambiente lá dentro não está legal e isso, queira ou não, tem reflexo no campo”, justificou-se.

RESPOSTA

O comentarista Edmundo pediu desculpas aos torcedores do Náutico após polemizar. “Queria começar o Expediente, aproveitando a grande audiência, para me desculpar, se é o caso disso, com os torcedores do Timbu, do Náutico, porque ontem fui questionar o porquê de alguns jogadores não quererem jogar com a camisa do São Paulo, e o Benjamin (Back, apresentador) me perguntou: ‘Mas vai jogar aonde?’. Aí soltei o nome do Náutico, e os torcedores ficaram chateados. Para aqueles de bem, que são respeitosos com a minha pessoa nas minhas redes sociais, vão as minhas desculpas”, disse.

Mais Lidas