ALVIRRUBROS

Em meio à crise no clube, Ivan Brondi renuncia presidência do Náutico

Ivan Brondi deixa a presidência do Náutico em um momento de instabilidade, com o time na 19ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/08/2017 às 15:23
Leitura:

Imagem

Em coletiva realizada no CT Wilson Campos na tarde desta terça-feira (29), Ivan Brondi apresentou uma carta de renúncia à presidência do Náutico. Eleito para ser vice de Marcos Freitas no biênio 2016/17, o hexacampeão pernambucano pelo Timbu assumiu o cargo de mandatário após a saída do seu companheiro de chapa por razões de saúde, em dezembro de 2016.

Confira a carta de renúncia de Ivan Brondi aqui e entenda os motivos que o levaram a renunciar.

>> "É a causa e consequência de tudo" diz Diógenes Braga sobre torcida

>> Juntos, Náutico e Santa Cruz devem R$ 50 milhões em questões trabalhistas, diz FPF

Até a posse de Edno Melo, que acontece no ano que vem, o Estatuto do Náutico, de acordo com os parágrafos dois e três do artigo 38, prevê o presidente do Conselho Deliberativo, Gustavo Ventura, no comando do executivo.

Náutico vive instabilidade

Ivan Brondi deixa a presidência do Náutico em um momento de instabilidade. Os alvirrubros estão na 19º colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 27 pontos conquistados e um aproveitamento de 25%. Além da má fase, o Timbu encara problemas fora de campo, com um crise financeira que compromete parte da renda do clube.

Mais Lidas