FUTEBOL

"Diego foi expulso merecidamente, não tem proteção", diz Luxemburgo


Para Luxemburgo, o cartão vermelho foi aplicado corretamente, mas ele fez questão de destacar que o árbitro não soube conduzir o jogo

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/09/2017 às 9:19
Leitura:

Imagem

O treinador do Sport, Vanderlei Luxemburgo, disse após o empate com o Vasco na Ilha do Retiro por 1 a 1, nessa segunda (25), que a expulsão do meia Diego Souza, aos 20 minutos do primeiro tempo, por reclamação, foi justa. Na visão do técnico rubro-negro, por dar vantagem quando Diego estava sendo puxado, o árbitro Sandro Meira Ricci fez com que o jogador se irritasse, o que ocasionou a expulsão. Ainda assim, Luxa fez questão de não defender o jogador.

>> Após o jogo Vanderlei Luxemburgo critica arbitragem

"Uma atitude não leva a outra, o Diego foi expulso merecidamente. Não tem proteção a ele, que foi expulso por algo que já tinha acontecido com o Patrick. Um erro. Mas um árbitro de Copa do Mundo não pode cometer o erro que ele cometeu. A atitude do Diego foi dada a uma vantagem, que ele supostamente deu, mas não houve vantagem porque a bola não estava com o Diego. Então ele sofreu uma, duas, três faltas e se irritou, se ele tivesse dado a primeira falta não teria ocorrido. Eu não estou defendendo, mas o erro do árbitro induziu a situação" disse Luxemburgo.

Ouça a entrevista coletiva de Luxemburgo

Para o treinador, independente de erros de arbitragem, o jogador não pode sair do controle. "O Diego tem que entender que não pode tomar uma atitude daquela", comentou.

Diego Souza voltava de suspensão e acabou sendo expulso após reclamar de forma destemperada. No lance, recebeu uma sequência de faltas de Wellington. O volante cruz-maltino levou o cartão amarelo, e Diego também, por reclamação. Os protestos do rubro-negro continuaram. E aí veio o vermelho direto.

Luxemburgo ainda destacou o emprenho do time de conseguir o empate com um a menos. "O nosso time conseguiu superar a deficiência de Diego. Colocamos 10% de Diego para dentro e conseguimos o empate contra um adversário difícil. Mas tivemos quatro ou cinco oportunidades claras de gol. Magrão foi um espectador. Tivemos atitude e falei isso para eles. Se tivéssemos essa atitude antes, a situação estaria melhor", disse.

Arbitragem polêmica no jogo do Sport

Aos 24 minutos do segundo tempo, o árbitro Sandro Meira Ricci assinalou um pênalti para o Sport. Mena chutou cruzado, e o juiz observou um toque no braço do zagueiro Anderson Martins, do Vasco. Depois de cinco minutos e inúmeras consultas, voltou atrás da decisão. Apesar de buscarem o empate, os jogadores leoninos saíram insatisfeitos de campo. E, em tom duro, dispararam críticas. O zagueiro Ronaldo Alves foi o primeiro. Logo após Sandro Meira Ricci voltar atrás na decisão, o Sport cobrou um escanteio. Ronaldo chutou a bola para longe. Logo depois, o camisa 3 ameaçou sair de campo.


Mais Lidas