Bate-Rebate

Precisamos canalizar nossa energia na Sul-Americana, diz presidente do Sport


Arnaldo Barros reconheceu mau momento do Sport no Brasileirão e cobrou melhora, mas pediu foco no jogo diante do Junior Barranquilla (COL)

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/10/2017 às 11:18
Leitura:

Imagem

O presidente do Sport, Arnaldo Barros, pediu que atletas e comissão técnica canalizassem foco e energia no duelo desta quinta-feira (26) diante do Junior Barranaquilla (COL), válido pela quartas-de-final da Copa Sul-Americana. O mandatário rubro-negro reconheceu o mau momento vivido pelo clube no Brasileirão, principalmente após a derrota dessa domingo (22) para o Atlético-PR, mas colocou a Sula como fundamental.

"Nós temos paralelamente uma competição importante para o clube, nesse momento que estamos passando, temos condições de ir mais longe. Temos um compromisso diante do Junior Barranquilla e vamos jogar em casa, precisando de um bom resultado, para encarar o jogo da volta de maneira mais segura. Precisamos deixar de lado o pensamento do Brasileirão e canalizar nosso foco e energia para o jogo da quinta-feira, que é o jogo mais importante do ano até agora. Precisamos resgatar o futebol que já apresentamos. Precisamos da torcida comparecendo e fazendo da Ilha um caldeirão", disse Arnaldo em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta segunda-feira (23).

Sobre a proximidade com a zona de rebaixamento da Série A, na 15º colocação com 35 pontos, o mandatário leonino afirmou que a fuga da degola vai acontecer somente com trabalho. "A preocupação não é de agora. Essa não é a posição que nós desejamos e nem a performance que queríamos apresentar em 2017. Estamos absolutamente preocupados e insatisfeitos. Não podemos nos dar o luxo de ficar reclamando ou fazendo contas, precisamos trabalhar. A única forma de resolver um problema é trabalhando. É isso que nós vamos fazer e estamos fazendo, exigindo dos diretores e comissão técnica. O que estamos fazendo ainda é muito pouco para o que temos capacidade de fazer. Esse campeonato é o mais difícil dos últimos cinco anos. O campeonato esta muitíssimo equilibrado. O Sport não pode se espelhar ou se justificar na performance dos outros, a solução do Sport está dentro do Sport".

Ouça a entrevista completa de Arnaldo Barros


Mais Lidas