Entrevista

Demitido, Martelotte detalha os problemas no Santa Cruz: "Não tem ninguém com salário em dia"


Martelotte disse que o Santa Cruz faltou com profissionalismo e respeito em sua demissão e afirmou que defender a diretoria é algo impossível

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/11/2017 às 11:00
Leitura:

Imagem

O técnico Marcelo Martelotte afirmou que não há ninguém com salário em dia no Santa Cruz e detalhou os problemas vividos por ele dentro do clube em sua terceira passagem, que terminou nessa quarta-feira (15) após ser demitido. Em entrevista exclusiva à Ràdio Jornal na manhã desta quinta-feira (16), o ex-treinador coral ainda afirmou que o clube foi 'desrespeitoso e pouco profissional' em seu desligamento e disse ser impossível defender a diretoria perante os atletas.

"Não tem ninguém com o salário em dia no Santa Cruz. O Ricardo tomou a frente do processo por ser um jogador experiente, ele teve um peso maior perante o grupo por tomar uma decisão em nome do grupo. Em relação a minha participação, não fui convidado para a reunião entre diretoria e jogadores da última terça. A diretoria não achava importante minha participação naquele momento. Eles decidiram jogar pelo caráter deles. Defender a diretoria do Santa Cruz perante os jogadores nesse momento vivido pelo clube é quase impossível", disse Marcelo Martelotte.

O técnico ainda questionou a maneira como foi tratado em seus últimos dias no clube, comparando com momentos vividos no passado e confirmando que se surpreendeu negativamente. "Muita coisa me surpreendeu. Cheguei a conclusão que menosprezei a crise. Achei que tinha visto tudo, mas essa foi a pior de todas sem dúvida nenhuma. Me surpreendeu pela falta de comando, desorganização, por não existir uma posição na definição de problemas".

Ouça a entrevista de Marcelo Martelotte na íntegra


Mais Lidas