Náutico

Folha salarial não chegará a R$ 200 mil, diz dirigente do Náutico

Em coletiva, Diógenes Braga confirmou que a ideia inicial é fazer a maior economia possível a frente do Náutico

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/11/2017 às 14:00
Leitura:

Imagem

O diretor de futebol do Náutico, Diógenes Braga, afirmou que a folha inicial do clube para a temporada de 2018 não chega ao valor de R$ 200 mil. Segundo o dirigente, um time base será montado até a partida contra o Itabaiana-SE, válida pelos playoffs da Copa do Nordeste no próximo dia 9 de janeiro. O planejamento do Timbu será de 'fazer a maior economia possível'.

"Partimos de uma premissa. Vamos trabalhar para montar o time principal entre quem está, quem fica e quem vai ser contratado, com o menor custo possível. Vamos submeter ao orçamento que temos. Se não der, vamos recuar. Vamos tentar fazer o time base com a maior economia possível. Vamos fazer as possibilidades de um elenco de sustentação, com grande ajuda dos atletas formados em casa, gastando o mínimo possível. Esse início de trabalho, esse esboço, nos dá a tranquilidade de dizer que teremos um time competitivo e que não chega aos R$ 200 mil", disse Diógenes Braga.

Ainda de acordo com o homem do futebol, em coletiva realizada na sede social do Náutico nesta quarta-feira (29), a diretoria espera que esse valor seja extrapolado ao longo do ano conforme os recursos cheguem. "Temos consciência que vamos atingir uma folha mais alta ao longo da temporada, mas somente com recursos obtidos".

Ouça na íntegra

Mais Lidas