SUSPENSÃO

Fifa afasta Del Nero da presidência da CBF do futebol por 90 dias


Em nota, a Federação Pernambucana de Futebol afirmou estar surpresa e prestou solidariedade a Del Nero

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 15/12/2017 às 12:46
Leitura:

Imagem

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, foi punido hoje (15) pelo Comitê de Ética da Federação Internacional de Futebol (Fifa), com uma suspensão de 90 dias. Durante esse período, ele não poderá participar de quaisquer atividades relacionadas ao futebol tanto no Brasil como no exterior.

Segundo o comunicado divulgado pela Fifa, a punição de Del Nero pode ser prorrogada por mais 45 dias. Com o afastamento de Del Nero, a CBF será presidida interinamente por Coronel Nunes. Uma eleição na CBF pode ser marcada a partir de abril de 2018, um ano antes do fim do mandato.

Afastamento

A decisão foi tomada a pedido da câmara de investigações do Comitê de Ética, que apura irregularidades cometidas por Del Nero. O motivo do banimento temporário do dirigente brasileiro, porém, não foi informado pela Fifa.

Pernambuco

Em nota, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) afirma que ficou surpresa com o afastamento de Del Nero. O texto assinado pelo presidente da FPF, Evandro Carvalho, ainda presta solidariedades ao comandante da CBF afastado.

Confira a nota na íntegra:

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) recebeu com muita surpresa a notícia da suspensão do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, por 90 dias. Período esse em que o mandatário ficará impedido de realizar qualquer atividade ligada ao futebol.

O presidente da FPF, Evandro Carvalho, manifesta solidariedade a Marco Polo Dele Nero e informa que nenhum movimento contrário ao presidente da CBF deve ser realizado, já que essa decisão é injustificável e trata-se de uma manobra política da FIFA com o intuito de interferir no processo eleitoral da CBF.

"Pernambuco mantém um alinhamento e sua integral participação junto ao presidente Marco Polo Del Nero", disse Evandro Carvalho.

*Com informações da Agência Brasil


Mais Lidas