COPA DO MUNDO

No sufoco, Portugal e Espanha se classificam para as oitavas

Com os resultados, a Espanha conseguiu passar para a próxima fase na liderança do Grupo B e Portugal em segundo

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 25/06/2018 às 17:05
Reprodução/ Fifa
FOTO: Reprodução/ Fifa
Leitura:

Em duas partidas acirradas, Portugal e Espanha conseguiram a classificação para as oitavas de final, nesta segunda-feira (25). Os portugueses ficaram no empate em 1 a 1 com o Irã. Já os espanhóis conseguiram, no sufoco, um empate em 2 a 2 com a seleção do Marrocos. Com os resultados, a Espanha se classificou em primeiro lugar no Grupo B e Portugal em segundo. Os dois jogos aconteceram no mesmo horário, às 15h (horário de Brasília).

Irã x Portugal

O primeiro gol da partida, disputada em Saransk, saiu aos 44 minutos do primeiro tempo. Ricardo Quaresma recebeu a bola pela direita e chutou de trivela, abrindo o placar com um belíssimo gol.

No início do segundo tempo, aos sete minutos, Cristiano Ronaldo foi derrubado por Ezatohali na grande área e, após consulta com o árbitro de vídeo, o juiz paraguaio Enrique Cáceres confirmou a penalidade máxima. Mas, na cobrança, o goleiro Beiranvand pegou a cobrança do craque português.

O árbitro de vídeo foi acionado em mais uma jogada importante. Aos 44 minutos, Azmoun cabeceou e a bola bateu na mão de Cédric. Depois de olhar o vídeo, Cáceres confirmou o pênalti. Na cobrança, Ansarifard não desperdiçou a oportunidade e mandou para o fundo da rede. O empate tirou a liderança de Portugal da chave.

Ouça os gols na narração de Iran Carvalho:

Espanha e Marrocos

Quem esperava que o Marrocos, já sem chances de classificação, faria um jogo desinteressado contra a Espanha se enganou. Os marroquinos mostraram mais uma vez um time consistente, perigoso e técnico. A torcida marroquina, maioria no estádio, comemorou dois gols e sentiu a vitória contra a favorita Espanha até os 45 minutos do segundo tempo.

Aos 13 minutos do primeiro tempo, Iniesta e Sergio Ramos não se entenderam sobre quem deveria ficar com a bola. Boutaib aproveitou a desatenção e roubou a bola dos dois, os últimos homens da defesa. O atacante correu livre para, cara a cara com De Gea, tocar por baixo das pernas do goleiro espanhol e abrir o placar. Marrocos queria se despedir do mundial deixando uma boa impressão.

Após o gol, a torcida marroquina se animou no estádio em Kaliningrado. Durante uma troca de passes do time africano, chegou a gritar olé. Os marroquinos aproveitavam o momento de glória enquanto podiam. E puderam por pouco tempo.

Aos 19 minutos, a Espanha fez boa troca de passes e Iniesta entrou na área adversária pela esquerda. O maestro do time ibérico tocou para o meio da pequena área, encontrando Isco. O meio-campista dominou e chutou forte, estufando a rede de El Kjoui, que nada pode fazer.

Aos 35 minutos, um novo momento de glória marroquina incendiou o estádio. Após cobrança de escanteio, En-Nesyri subiu mais alto que a defesa e cabeceou no ângulo do goleiro. Marrocos fez o segundo gol, e a Espanha com apenas um. De Gea pouco trabalhou no jogo, mas ainda assim teve que buscar duas bolas dentro do seu gol.

Mesmo perdendo por 2 x 1, a Espanha se classificaria, mas Iago Aspas, que entrou no segundo tempo, salvou a honra da sua seleção com um gol de letra. O gol só foi validado após intervenção do VAR, o árbitro de vídeo. Não fosse a tecnologia, muito provavelmente os marroquinos estariam ainda em festa.

Mais Lidas