COPA DO MUNDO

Brasil e Bélgica fazem o jogo do melhor ataque contra melhor defesa


Por uma vaga nas semifinal, Brasil e Bélgica se enfrentam em partida decisiva. Rádio Jornal transmite todas as emoções

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/07/2018 às 0:44
Fifa
FOTO: Fifa
Leitura:

Sob a batuta de Tite, o Brasil enfrenta a melhor geração belga, na Arena Kazan, em busca de uma vaga na semifinal da Copa do Mundo da Rússia. As duas seleções se enfrentaram em quatro oportunidades, sendo três vezes em amistosos e uma na Copa de 2002, naquela ocasião, a seleção Canarinho venceu os reds Devils por 2 x 0 nas oitavas e se sagraria pentacampeão mais para frente.

O confronto é um dos mais aguardados do Mundial. As duas equipes figuram entre as três mais bem ranqueadas da Fifa. De 2014 para cá, o Brasil passou por uma grande formulação, já a Bélgica mantém uma boa base que disputou a Copa do Mundo em solo brasileiro e agora tem um time mais maduro.

Ambas equipes estão invictas neste Mundial. O Brasil venceu três dos quatros jogos e empatou um. A Bélgica venceu todos os jogos e tem o melhor ataque da competição com 12 gols, mas enfrenta uma sólida defesa que só foi vazada uma vez.

Para o confronto, a seleção brasileira conta com a volta de Marcelo. O lateral-esquerdo se recuperou das dores na lombar e vai para a partida. Com isso, Felipe Luís fica no banco. O ponto baixo foi a lesão do lateral-direito Danilo. O atleta sofreu uma lesão no ligamento do tornozelo esquerdo e está fora da Copa.

Sem mistérios, o comandante Tite, confirmou o time titular. Como Casemiro está suspenso, o Brasil vai com Fernandinho. O jogador vai ajudar a manter a excelente fase da defesa que sofreu apenas um gol e tem a melhor defesa da Copa junto com o Uruguai. Thiago Silva e Miranda (que será o capitão) fazem a dupla de zaga que terá a missão de parar o melhor ataque da Copa. O treinador brasileiro projetou um duelo de alto nível

“O poder criativo da Bélgica é muito forte, a qualidade que ela tem. Vai ser um grande jogo, com duas equipes que primam pelo futebol bonito”, disse, elogioso em relação ao rival. “Tem valores técnicos e individuais, além de um grande treinador (Roberto Martinez)”,disse Tite.

A esperança para decidir o jogo está nos pés de Neymar. O jogador fez a melhor partida da competição diante do México nas oitavas com um gol e uma assistência. Contudo vale ressaltar o ótimo desempenho de Philippe Coutinho. O atleta foi decisivo na fase de grupo e conduziu a seleção nas partidas.

A fragilidade da defesa dos Diabos Vermelhos, pode ser muito explorada pelo ataque brasileiro, composto por Neymar, Philippe Coutinho, William (que fez grande atuação contra o México) e Gabriel Jesus, que apesar de não ter marcado ainda, tem a confiança do treinador

Neymar fez a melhor exibição diante do México nas oitavas de final
Neymar fez a melhor exibição diante do México nas oitavas de final
Fifa

Ataque fulminante e defesa que não passa muita confiança, assim tem sido a seleção da Bélgica. O trio Hazard, Lukaku e De Bruyne, tem conduzido os Reds Devils até aqui. Dona do ataque mais positivo, a equipe europeia marcou 12 vezes.

Em contraste, a Bélgica prova ser vulnerável nas costas. Isso ficou claro no duelo contra o Japão quando sofreram dois gols, mas no poder da reação, conseguiram virar o jogo no último lance. Por conta disso, é provável que Fellaini entre no lugar de Mertens. Contudo, com jogadores como Romelu Lukaku e Eden Hazard, eles também se mostraram capazes de marcar ou criar algo a qualquer momento. Não é por acaso que eles são rotulados como a geração de ouro do país.

Para o treinador Roberto Martinez, ambas seleções têm talentos, mas a Bélgica ainda não venceu uma Copa.

“As duas seleções são semelhantes em termos de qualidade. Temos talento na nossa equipe. A diferença é que jamais ganhamos um Mundial. É uma vantagem que o Brasil possui, porque já superou essa barreira psicológica. Vamos respeitá-los, mas tentaremos vencê-los”, avisou Martinez.

Hazard conduziu a equipe na heroica virada diante do Japão
Hazard conduziu a equipe na heroica virada diante do Japão
Fifa

Quem passar para a semifinal, enfrenta França ou Uruguai que duelam mais cedo no Estádio de Níjni Novgorod, em Nizhegorodskaya.

Histórico do confronto

24 de abril de 1963 - Bélgica 5 x 1 Brasil - Amistoso
2 de junho de 1965 - Brasil 5 x 0 Bélgica - Amistoso
12 de outubro de 1988 - Bélgica 1 x 2 Brasil - Amistoso
17 de junho de 2002 - Brasil 2 x 0 Bélgica - Copa do Mundo

Transmissão Rádio Jornal

Narração: Aroldo Costa

Comentários: Maciel Junior

Reportagens: João Victor Amorim

Plantão: Marcelo Araújo

Ficha técnica

BRASIL X BÉLGICA

Data: 6 de julho de 2018, sexta-feira
Local: Arena Kazan, em Kazan-RUS
Horário: 15 horas (de Brasília)
Árbitro: Milorad Mazic (SER)
Assistentes: Milovan Ristic (SER) e Dali Djurdjevic (SER)

BRASIL: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus
Técnico: Tite

BÉLGICA: Courtois; Vertonghen, Kompany e Alderweireld; Witsel, De Bruyne, Chadli e Meunier; Fellaini, Hazard e Lukaku
Técnico: Roberto Martinez


Mais Lidas