Náutico

Náutico briga por árbitro FIFA no mata-mata da Série C


Presidente do Náutico, Edno Melo, disse que vai à CBF para garantir que mata-mata da Série C tenha árbitro FIFA

Antônio Gabriel Machado
Antônio Gabriel Machado
Publicado em 08/08/2018 às 11:14
Diego Nigro/JC Imagem
FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

O presidente do Náutico, Edno Melo, admitiu que vai à CBF, ao lado do vice-presidente do clube, Diogenes Braga, para garantir que a partida do mata-mata da Série C seja comandada por um árbitro FIFA. Caso termine na liderança do grupo, o clube alvirrubro encara o Bragantino, equipe que tem forte representatividade na Federação Paulista de Futebol, uma das mais fortes do país.

"O Náutico trabalha sobre isso. Tô indo com Diogenes na CBF para que tenhamos árbitros FIFA nesse jogo. O Bragantino não tá tão forte na federação paulista, com uma chapa contra a atual gestão. Temos que ter cuidados extra-campo, nem beneficiar o Náutico e nem prejudicar o Náutico", disse o mandatário alvirrubro em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta quarta-feira (8).

Situação na tabela

Com 30 pontos ganhos e na liderança do grupo A da Série C, o Náutico enfrenta o Remo na última rodada da primeira fase do certame, no estádio Mangueirão, em Belém, às 19h30 do próximo sábado (11). Pode perder a primeira posição caso o Atlético-AC vença o ABC, no Frasqueirão, por uma diferença de três gols e o Timbu perca o jogo contra os paraenses.

Já o Bragantino está garantido na quarta posição do grupo B da Série C, com 26 pontos. O terceiro colocado e adversário da última rodada, o Cuiabá, tem 32 pontos ganhos.


Mais Lidas